Fortaleza precisa de aproveitamento superior a 50% nas últimas rodadas para atingir "número mágico"

Com oito jogos por realizar, Tricolor precisa de quatro vitórias e um empate para chegar aos 45 pontos, visto como o "número mágico" que garante a permanência

enderson moreira
Legenda: Enderson Moreira vai fazer mudança com ausência de Romarinho
Foto: José Leomar/SVM

Mesmo com oito jogos seguidos sem vitórias, naquela que é a pior sequência na década, o Fortaleza tem o pensamento de virar a página. O discurso no clube é de olhar para frente e encarar os oito jogos finais do Campeonato Brasileiro como verdadeiras decisões. Afinal, o Tricolor segue dependendo somente de si. A tarefa, porém, não será fácil. O Leão do Pici precisa de aproveitamento superior a 50% nas últimas rodadas para atingir o "número mágico" de permanência.

É claro que é possível escapar do rebaixamento com menos pontos, como o rival Ceará fez em 2019, por exemplo, permanecendo na Primeira Divisão com somente 39 pontos. Isso vai depender do desempenho dos adversários. Porém, historicamente, o número de 45 pontos é visto como a meta a ser alcançada por todos os clubes que lutam pela permanência na Série A.

Ouça o 'FortalezaCast':

Powered by RedCircle

Atualmente, o Tricolor possui 32 pontos. Com oito jogos restantes, são 24 pontos em disputa, em que o Fortaleza precisa de mais 13 para alcançar esta meta, ou seja, ao menos mais quatro vitórias e um empate.

Confrontos diretos

O que torna o caminho mais acessível ao Fortaleza é o fato que possui, nas próximas rodadas, confrontos diretos contra Vasco, Coritiba e Bahia, que estão também lutando contra o rebaixamento. Conquistando nove pontos contra estes adversários, encaminhará a manutenção na Série A.

O detalhe é que estes jogos serão realizados todos em casa, na Arena Castelão. Além destas partidas, o Tricolor também enfrentará o Santos na capital cearense, totalizando quatro duelos como mandante. Fazendo valer o mando de campo, o trajeto para atingir os 45 pontos fica mais acessível.

Pontos a melhorar

O desafio é ainda maior por dois fatores primordiais: o momento atual e o aproveitamento no campeonato.

O primeiro deles tem abalado a confiança do elenco. São oito jogos seguidos sem vitórias, com somente dois triunfos nas últimas 15 partidas. Enquanto não encerrar esta sequência negativa, a pressão sobre um resultado positivo vai aumentar a cada rodada, sobretudo pelo fato que os jogos agora terão caráter ainda mais decisivo.

Em relação ao aproveitamento, até aqui, o Fortaleza conquistou 35,6% no Campeonato Brasileiro, com sete vitórias, onze empates e 12 derrotas. Precisando de quatro triunfos, o Leão do Pici precisará obter quase 60% do total de vitórias que já teve até agora.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte