Fortaleza estreia no Brasileirão Feminino A2 contra o São Valério-TO

Partida ocorre nesta terça-feira (20), às 15h, no estádio Raimundão, em Caucaia

Legenda: Elenco apresenta 25 jogadoras e média de 23 anos
Foto: Rafa Reis / Fortaleza

Enfim, as Leoas irão estrear na Série A do Brasileiro Feminino A2. Após ser envolvido em partidas adiadas na competição, o Fortaleza Esporte Clube retorna à modalidade como um dos representantes cearenses em busca do acesso para a elite. A bola rola nesta terça-feira (20), às 15h, no Raimundão, em Caucaia, contra o São Valério-TO.

A partida estava prevista para segunda-feira (19), mas as dificuldades de logística do plantel visitante induziram a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a adiar a data do confronto. O detalhe: a equipe tricolor está no Grupo B, em chaveamento com Real Ariquemes-RO, Vitória-PE, Atlético-AC e 3B Sport-AM.

A temporada marca o segundo ano consecutivo de investimento do clube na modalidade feminina. Vice-campeão do Campeonato Cearense de 2019, conseguiu oportunidade de disputar uma divisão nacional através do Ranking Nacional de Clubes Masculinos. Na 23ª posição, herdou uma das seis vagas remanescentes como Athletico-PR, Atlético-MG, Chapecoense, Vasco e Botafogo.

Em campo, a expectativa é de uma equipe reformulada em comparação com a última temporada. As Leoas apresentam 25 jogadoras, com média de idade de 23 anos. O comando técnico é responsabilidade de Igor Cearense, com Raquel Ferreira como preparadora física.

“Estão bem preparadas e bem treinadas. Taticamente, evoluíram bastante, as atletas entenderam o meu trabalho, como eu gosto como a equipe joga: bem postada, organizada taticamente e rápida. Fico muito feliz como a equipe foi montada, pelo projeto ao longo prazo e tenho certeza que a nação tricolor vai ter muito orgulho de um time que está cada dia buscando o melhor conjunto e a melhor formação”, exaltou o treinador em entrevista ao site oficial do clube.

Devido mudança de parte do elenco e à pandemia de Covid-19, o que paralisou as atividades esportivas mundiais durante pico dos casos de infectados, a representação ocorreu em 22 de setembro. Os treinos ocorreram na Arena Paulo Leão e no CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú.

Para manter o ritmo às vésperas do Brasileirão, o Fortaleza organizou amistosos de preparação. No início do mês, venceu o Menina Olímpica, tradicional na categoria, por 6 a 0 no Campo do Tiradentes. As atacantes Fabíola, Girlane, Natália, a lateral-direita Kedma, a meia Lidiane e a volante Tháfila fizeram os gols da partida.

Situação da tabela

O Grupo B do Brasileirão Feminino A2 contou com duas partidas realizadas, ambas válidas pela 1ª rodada. O Real Desportivo-RO venceu o São Francisco-BA por 2 a 0, enquanto o 3b Sport-AM goleou o Atlético-AC por 7 a 0.

Com chave formada por seis clubes, incluindo representantes do Norte e Nordeste, a fase de abertura apresenta turno único. Os dois primeiros colocados avançam - os quatro terceiros melhores passarão para a segunda etapa.

A partir das oitavas, serão jogos de ida e volta, mas sem haver critério por gol qualificado. Ou seja, caso haja empate, o vencedor será definido nas penalidades. Os quatro times que chegarem às semifinais irão conquistar o acesso à Série A1 do Campeonato Brasileiro Feminino de 2021.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte