Flamengo fará denúncia à Conmebol após injúria racial da torcida do Olimpia

O Rubro-Negro informou ainda que "apresentará uma denúncia formal à Conmebol"

flamengo racismo
Legenda: Imagens divulgadas em redes sociais mostram torcedores do Olimpia chamando integrantes da delegação do Fla de "macaco"
Foto: Divulgação/Flamengo

O Flamengo publicou uma nota oficial, na tarde desta quinta-feira (12), repudiando o que chamou de "episódios lamentáveis de racismo" durante o duelo com o Olimpia, na noite de ontem (11), no Paraguai, pelas quartas de final da Libertadores. O Rubro-Negro informou ainda que "apresentará uma denúncia formal à Conmebol".

O time da Gávea venceu a partida por 4 a 1 e pode até perder por 3 a 0, na próxima semana, no Mané Garrincha, que garante vaga na próxima fase do torneio.

Imagens divulgadas em redes sociais mostram torcedores do Olimpia chamando integrantes da delegação do Fla de "macaco". Houve reclamação do banco rubro-negro logo após a volta do intervalo. O árbitro Fernando Rapallini conversou com o técnico Renato Gaúcho à beira do campo e em seguida acionou os oficiais da Conmebol que estavam escalados para o jogo. O relatório do delegado da partida também pode ser usado como prova.

Nas imagens do jogo, foi possível ver que, antes do início do segundo tempo, o atacante Roque Santa Cruz, do Olimpia, se dirige à arquibancada e fala: "Esse, não".

"O clube informa que apresentará uma denúncia formal à Conmebol e confia que a referida entidade de administração desportiva tomará as providências cabíveis em face da gravidade e da ilicitude da situação ocorrida", diz trecho da nota oficial.

Após a partida, em entrevista coletiva, Renato Gaúcho afirmou que casos como esse chocam e entristecem, e cobrou providências.

"Infelizmente tem acontecido no mundo isso, a injúria racial. Cobrei muito do quarto árbitro, do delegado do jogo. Passamos para a nossa diretoria, e eles vão tomar as devidas providências. Isso choca, entristece. É uma coisa, realmente, muito triste que acontece não só no Brasil, mas no mundo todo. Mas nós, profissionais que temos a chance de falarmos, de nos manifestarmos, é importante cobrar para que as autoridades possam tomar as providências, Como falei, o que poderíamos ter feito durante o jogo, fizemos. Agora, é com a diretoria do clube", afirmou.

Veja nota na íntegra:

"O Clube de Regatas do Flamengo vem a público repudiar os episódios lamentáveis de racismo na partida da noite de ontem, dia 11, contra o Olimpia, pelas quartas de final da Conmebol Libertadores.

O clube informa que apresentará uma denúncia formal à Conmebol e confia que a referida entidade de administração desportiva tomará as providências cabíveis em face da gravidade e da ilicitude da situação ocorrida".

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte