Filho do técnico da Chapecoense só não embarcou no avião porque esqueceu passaporte

Em postagem no Facebook, jovem agradeceu mensagens de apoio

Matheus Saroli, filho do técnico da Chapecoense Caio Júnior, morto no acidente de avião com a equipe, publicou no Facebook uma postagem em que afirma que só não embarcou no mesmo avião do time porque esqueceu o passaporte.
 
"Eu estava em São Paulo e não embarquei pois tinha esquecido meu passaporte. Somos fortes, vamos passar por isso. Obrigado a todos", escreveu o jovem.
 
Matheus também pediu privacidade à família e agradeceu os comentários e mensagens de apoio que vem recebendo.
 
Veja a postagem:
 
matheus
 
VEJA COBERTURA:
 
> Orgulho de Chapecó, clube foi fundado em 1973 e superou dívidas
> 76 mortos em acidente com avião que levava Chapecoense para Colômbia
> Voo da Chapecoense tinha 21 profissionais de imprensa, incluindo Mario Sérgio (ex-técnico do Ceará)
> Torino, Alianza de Lima e Manchester já sofreram com tragédias áereas

> Três jogadores da Chapecoense e ex-treinador tiveram passagens pelo futebol cearense; confira
> Temer lamenta acidente com a Chapecoense e decreta luto oficial
> Anac proibiu embarque da Chapecoense pela empresa boliviana em solo brasileiro
> 'Não caiu a ficha', diz vice-presidente do Chapecoense
> Ceará, Fortaleza e Horizonte lamentam acidente com a Chapecoense nas redes sociais
> Vice 'opositor' da CBF, Delfim Peixoto estava no voo da Chapecoense

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte