Ferroviário recebe o Remo no Castelão buscando reagir na Série C

Time coral vem de duas derrotas seguidas e precisa vencer o Remo no Castelão para se manter no G-4 e evitar aproximação dos demais adversários do Grupo A. Tubarão está apenas três pontos na frente do primeiro do Z-2

Jorginho volta ao time titular com ausência de Hulk
Legenda: Jorginho volta ao time titular com ausência de Hulk
Foto: Lenilson Santos/Ferroviário

O Ferroviário vive um momento decisivo da Série C do Brasileiro por sua situação na tabela após 10 rodadas. Com a queda de rendimento nas últimas 5 rodadas, com 3 derrotas, a situação confortável de luta pela liderança para o time coral não existe mais, com o clube estando no G-4, mas a um ponto de sair e o pior, a três da zona de rebaixamento.

Por isso, o duelo hoje, às 17 horas, no Castelão, contra o Remo, é decisivo para os rumos do time coral: uma vitória pode iniciar uma retomada e uma tranquilidade no G-4, mas uma derrota já deixaria o time Ferrão muito próximo do Z-2, algo inimaginável após as 4 rodadas iniciais quando conquistou 9 dos 12 pontos possíveis. Com 14 pontos, o time coral é o 4º, mas o 5º colocado, o Treze/PB tem 13, e o primeiro time do Z-2, o Botafogo/PB, já tem 1 1 pontos.

As derrotas para Paysandu, Santa Cruz e Botafogo/PB, esta última na rodada anterior por 2 a 1, em João Pessoa, evidenciam uma queda de rendimento, de confiança de jogo e de foco. O último termo também é relevante, já que o período coincidiu com a briga jurídica com a CBF em reverter a decisão da Confederação, que transferiu o mando coral do Castelão para o Domingão, em Horizonte (CE).

E mesmo com a CBF confirmando o jogo de hoje para o Castelão, a diretoria coral manterá o embate ao ver seu mandado de garantia em atuar apenas no estádio ser indeferido pelo STJD.

Em campo, o Ferroviário enfrentará um adversário embalado, em 3º lugar com 19 pontos, sendo uma prova de fogo para o time de Marcelo Vilar que, se vencer, volta a se aproximar dos três primeiros, que desgarraram na tabela.

Para o duelo contra o Remo, o técnico Marcelo Vilar não terá o volante Lucas Hulk, que foi expulso contra o Botafogo/PB e cumpre suspensão. Jorginho deve ser o titular da posição. Já no gol, Genivaldo segue como titular no lugar de Nicolas, que se recupera de uma lesão no nariz. O arqueiro do Ferroviário falou da importância de um bom resultado neste momento da competição nacional. "Nesta fase da competição, como virou o turno, se aproximou todo mundo. Tinha aquela gordura para queimar no meio do primeiro turno e agora embolou a tabela, os números estão muito próximos e a gente sabe que pontuar neste momento é muito importante. Não podemos nos dar mais o luxo de perder pontos dentro de casa, porque é um fator diferencial dentro da Serie C", declarou.

Remo

O Remo terá quatro desfalques, pois jogadores testaram positivo para Covid-19. São eles: o zagueiro Gilberto Alemão, os volantes Lucas Siqueira e Julio Rusch e atacante Gustavo Ermel.

Desses quatro jogadores, dois são titulares. Com isso, Paulo Bonamigo terá que mexer na equipe, que sonha com a liderança do Grupo A ao fim da rodada.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados