Ferroviário encerra preparação para duelo com o América/MG pela Copa do Brasil

Após 20 dias sem entrar em campo, time coral finalmente volta a jogar pela Copa do Brasil, com o técnico Diá ganhando reforços

Legenda: O Ferroviário fez dois jogos treinos como preparação para o duelo diante do América Mineiro, o último contra o Atlético Cearense
Foto: Lenílson Santos / Ferroviário AC

Após 20 dias sem disputar uma partida oficial, o Ferroviário volta a campo na próxima quarta-feira (14), para enfrentar o América/MG, em jogo válido pela segunda fase da Copa do Brasil, às 19 horas, no estádio Independência, em Belo Horizonte (MG). Para a  partida decisiva, o Ferrão contará com dois reforços: o meia Mauri e o atacante Augusto. Em contrapartida, o goleiro Victor, o meia Wesley e o volante Paulista não foram relacionados.

O técnico Francisco Diá relacionou 20 jogadores para o duelo, embarcando nesta segunda-feira para Belo Horizonte. Como preparação, além dos treinamentos, o time coral fez jogos treinos contra Ceará e Atlético, vencendo por 1 a 0.

"Era importante trabalho de movimentação, jogo treino, pela inatividade de jogos, Independente do placar, foi importante dar ritmo. Só usamos um tempo de 45, o ideal seria um jogo oficial. Mas utilizamos a equipe titular o tempo todo. A expectativa é a melhor possível para esse jogo da Copa do Brasil, declarou o técnico coral, após o jogo treind diante do Atlético Cearense.

Expectativa 

Berguinho e Reinaldo Júnior também falaram sobre a expectativa para o jogo contra o América. "Trabalhamos bastante para esse jogo tão importante para o clube. Sabemos da dificuldade que vai ser, se trata de um grande clube do futebol brasileiro, mas temos totais condições de conseguir a classificação”, disse Berguinho.

A última partida oficial do Ferroviário foi justamente pela Copa do Brasil, contra o Porto Velho-RO. Nessa partida, a dupla Berguinho e Reinaldo Júnior foram titulares e peças fundamentais para a classificação. Reinaldo destacou o lado positivo e o lado negativo desse período sem jogos.

“Tem seu lado positivo e negativo. O lado positivo é porque estamos mais descansados da sequência de jogos que estávamos tendo. A gente vinha em uma grande sequência. De negativo, a gente perde um pouco de ritmo de jogo, por conta do período sem jogar os 90 minutos. Mas trabalhamos em jogos treino durante a semana, e esperamos chegar bem preparados para a partida”, disse Reinaldo.

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados