Felipe Alves afirma objetivo de Fortaleza na Série A do Brasileirão: "pontuar jogo após jogo"

Tricolor é o 13º colocado da competição com 21 pontos somados em 18 rodadas. No domingo (15), encara o Bahia, às 16h, na Arena Fonte Nova, em Salvador

Legenda: Felipe Alves é um dos grandes destaques do Fortaleza na temporada.
Foto: Foto: Lucas Catrib

Goleiro do Fortaleza, Felipe Alves comentou sobre o objetivo do Tricolor do Pici na disputa da Série A do Campeonato Brasileiro. Destaque leonino na elite do futebol nacional, o arqueiro falou sobre a importância de pontuar todo jogo, sendo com vitória ou empate, afirmou saber a dificuldade que encontrará diante no Bahia em Salvador, no domingo (15), pela 19ª rodada do Brasileirão, e ainda lamentou a derrota sofrida para o Fluminense na última rodada,  na Arena Castelão.

"A gente sabe que nosso intuito na competição é pontuar jogo após jogo. Quando nós jogamos da maneira foi no último jogo (contra o Fluminense), fica com o gostinho de que poderíamos ter dado mais, que o resultado poderia ter sido melhor. A gente fez um grande jogo, a bola só não entrou. O goleiro adversário foi muito bem na partida. Com isso, fica o gosto amargo da derrota. Mas o time está trabalhando bastante, já pegamos o jeito que o Zé (Ricardo) quer que a gente jogue. Então, é ter calma e colocar em prática", disse o camisa 12 do tricolor.

Tendo o Bahia, 7º colocado com 30 pontos, como adversário, Felipe afirma saber que sua equipe encontrará dificuldades na capital baiana, principalmente pela força do clube soteropolitano jogando dentro de seus domínios, mas diz acreditar no potencial do grupo leonino para conseguir um resultado positivo.

"É um adversário de longa data. Nos enfrentamos na Copa do Nordeste, então sabemos a qualidade do time do Bahia e, jogando na casa deles, é uma equipe que dobra esse poder ofensivo. É um time que cria muito, faz bastante gol e está muito bem montado. Para a sequência da competição, é muito importante que a gente faça um jogo muito seguro lá (em Salvador). Sabemos que não vai ser fácil, como não vem sendo. É difícil pontuar tanto fora quanto dentro de casa e o campeonato vem sendo prova disso. A gente empatou com o então líder Santos por 3 a 3, mas perdemos em casa (para o Fluminense). É uma competição de altíssimo nível. Da mesma maneira que os times vêm aqui na nossa casa e conseguem pontuar, a gente também tem condições de chegar lá e pontuar também. Tivemos que pagar um preço bem alto porque o futebol hoje em dia não tem adversário bobo", comentou o goleiro.

Com o primeiro turno próximo do fim, o arqueiro analisou as situações sobre os adversários que o Leão irá enfrentar no decorrer na competição, de acordo com a situação de cada um na tabela, e as vantagens que seu time pode obter na segunda metade da disputa.

"Jogamos contra a Chapecoense lá (em Santa Catarina) e ganhamos. Agora vamos pegar eles aqui, mas não significa que o jogo vai ser fácil. Eles estão em uma situação complicada na competição. Todo jogo tem sua dificuldade e particularidade. Se você enfrenta um time que está na zona de rebaixamento, provavelmente ele está atrás de você na tabela, mas time nenhum quer se encontrar nessa situação. Então, a chance de você ganhar dele acaba sendo dobrada porque é um time que quer sair dali de qualquer maneira e vai fazer de tudo para tentar ganhar a partida. Se você enfrenta um time que está acima de você na tabela, ele está brigando por G4, título, Libertadores.. Então, dentro dos pontos da competição que é não cair, Sul-americana, Libertadores e brigar pelo título, você tem quatro campeonatos a parte dependendo do time que você enfrenta. Pela maneira que a gente se encontra na competição, vamos estar sempre brigando por alguma coisa e competindo de igual para igual com esses duelos individuais", finalizou.

No próximo domingo (15), o Fortaleza encara o Bahia, pela 19ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Arena Fonte Nova, às 16h.