Fã de Senna e Hamilton, cearense brilha em categoria de base para a Fórmula 1

Vinícius Nogueira tem 18 anos e é um dos destaques da Fórmula Delta

Imagem mostra carro de corrida
Legenda: Cearense Vinicius Nogueira é destaque em categoria de base da Fórmula 1.
Foto: Edmar Salgueiro/Formula Delta

Pisar fundo no acelerador sempre. Reduzir apenas na curva, no obstáculo. A rotina de Vinícius Nogueira é atravessada pela velocidade e pelo desafio. O piloto cearense é um dos destaques do Campeonato Paulista - Fórmula Delta, categoria de base para a Fórmula 1. Mesmo sem pista apropriada para treinamento, o jovem de Limoeiro do Norte é vice-líder na categoria e mira o escalão mais alto do esporte. Inspirado em Ayrton Senna e Lewis Hamilton, ele corre em busca do sonho.

O pai, Vanderlei Nogueira, chegou a correr no automobilismo. Incentivado por ele, Vinícius herdou a paixão por carros na infância. Começou no kart por volta dos 14 anos, em Limoeiro. Logo passou a ganhar corridas, mesmo sem levar tudo aquilo muito a sério. A família, então, decidiu investir na carreira do garoto. 

Correu fora, escolheu parar por dois anos e voltou novamente após aquele empurrãozinho do pai, e a chegada da Fórmula Delta no Brasil em 2022. Ele defende a equipe ZacSpeed, que tem parceria com a LLCA Internazionale Racing, de Milão.

“Eu esperava que fosse bem ruim para mim, até porque todos os pilotos treinam de kart todo dia, faziam o que eu não estava fazendo. Tem uma constância. Acabei que consegui um 3º lugar na primeira corrida. Nem imaginava, dei o meu máximo. Mas foi só um experimento mesmo, foi minha primeira corrida. Foi para testar o carro e ver no que dava”, avaliou Vinicius.

Em 2018, o piloto foi campeão cearense. No currículo, já tem participações no Brasileiro de Kart, na Copa Brasil, no Campeonato Nordeste e no Paulista. Dentre as experiências, corrida na famosa pista de Interlagos. Considerada categoria-escola da modalidade, a Delta serve como base para jovens talentos saídos do kart. Através dela, os pilotos podem adquirir mais experiência e preparação para chegar à Fórmula 4. 

“Traz para essa garotada uma experiência e preparação para a Fórmula 4. A maioria deles passou pela Fórmula Delta. É uma categoria que tem no mundo inteiro. Tem a 4, 3, 2 e a 1… Gera experiência, com custo menor, com uma qualidade técnica de formação de pilotos e preparação para categorias maiores”, explicou o coach Zenaldo Queiroz, que acompanha Vinícius.

O trabalho do coach é voltado para o desenvolvimento do jovem cearense como piloto, que vai além da parte técnica.

“É um trabalho onde a gente foca no desenvolvimento do piloto tanto na parte técnica quanto na emocional, controle, estratégia de corrida. Falo com ele a corrida toda. A gente consegue prever algumas situações para ter uma performance maior. Apesar de ser um piloto que está iniciando no carrro, ele tem se saído muito bem”, explicou Zenaldo.

Imagem mostra três pessoas e uma com taça nas mãos.
Legenda: Vinícius é vice-líder da Fórmula Delta.
Foto: Arquivo Pessoal

Categoria

Onze pilotos com idades entre 14 e 20 anos, de vários lugares do país, disputam a competição. Atualmente, Vinícius é vice-líder e o único representante nordestino no torneio. Sem fugir dos grandes ídolos, ele se inspira em Ayrton Senna, tricampeão mundial da F-1, e no heptacampeão Lewis Hamilton, para enfrentar os desafios da preparação.

“Procuro treinar de kart praticamente toda a semana, por mais que eu esteja meio parado por conta que aqui só tem um kartódromo e a pista não está muito boa, aí acabei que parei de treinar um pouco. Praticamente, só tô andando na Fórmula Delta sem treinar, mas faço academia, muita atividade física para me manter com bom preparo físico. Os custos são bem altos, o investimento é muito grande. Todo mês tenho uma corrida e preciso ir para São Paulo ou Minas Gerais, que é onde tem os autódromos”, detalhou. 

Quando o som agudo e estridente rompe o silêncio do paddock, o sonho do garoto continua a ser desenhado nas pistas. Voando baixo, Vinícius almeja o mundo enquanto desafia o próprio talento na direção. 

“A Fórmula Delta foi mais como um aprendizado para mim, para abrir portas. Penso em correr fora do Brasil no próximo ano. Penso em ir para a Fórmula 4 italiana, mas são planos que podem mudar”, concluiu.

Imagem mostra montagem com fotos de pilotos
Legenda: Cearense Vinicius Nogueira é vice-líder do campeonato.
Foto: Divulgação

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados