"Espero que tudo isso termine logo", diz Luiz Otávio sobre pandemia da Covid-19

Zagueiro do Ceará comentou sobre o período de isolamento social e o contato com seus companheiros de clube

Legenda: "O cara tem que ser muito profissional pra fazer o treino virtual, em casa", afirmou Luiz
Foto: Foto: Divulgação / Ceará

Os mais de dois meses de isolamento social devido à pandemia da Covid-19 traz vários desafios aos jogadores de futebol, que nunca passaram um intervalo de tempo tão grande em suas carreiras sem treinamentos em campo. O zagueiro do Ceará, Luiz Otávio, contou em live do clube nesta segunda-feira (18) sobre como lida com esse momento de treinos virtuais.

"O cara tem que ser muito profissional pra fazer o treino virtual, em casa. Prefiro mandar vídeos de tudo o que estou fazendo. Não temos o contato do vestiário. Estou seguindo a cartilha do clube e treinado para não sofrer tanto na volta aos gramados", afirmou o defensor.

Sem previsão para o retorno do esporte no Brasil, a paciência virou fator determinante para suportar o período de quarentena. Como todos os habitantes do Estado, Luiz espera ansiosamente pelo retorno à normalidade, embora, provavelmente, a volta não permita a presença de torcedores nos estádios por um certo tempo.

"

Futebol sem torcida é difícil. Mas somos profissionais. Espero que isso tudo termine logo. Creio que vamos tirar boas lições", disse o zagueiro alvinegro.

O último jogo do Ceará na temporada foi contra o Sport, dia 15 de março. Vitória por 2 a 1 pela Copa do Nordeste, já com portões fechados na Arena Castelão.

Confira outros pontos da entrevista abaixo

Guto Ferreira

"Ele fez algumas reuniões em grupo, mostrando como ele quer que o time jogue. Foi uma conversa bastante produtiva. Não é o contato que queríamos, mas temos usado bem o pouco que temos"

5 substituições no futebol

"Acho válido. A intensidade no futebol aumentou muito e o desgaste também. Com isso, vai manter o padrão de jogo do time por mais tempo"

Sondagens

"Chegar, chegou, mas essa situação já foi resolvida. Sempre passo para o meu empresário. Minha preocupação maior é dentro de campo, fazer o meu melhor para que essas propostas cheguem"

Lembranças de partidas

"Volto em vídeos de jogos que já fiz e gostaria de relembrar. Isso traz um conforto ao meu coração para viver aquilo de novo"