Djokovick quebra raquete em fúria, perde bronze e desiste da disputa nas duplas mistas em Tóquio

A derrota desencadeou um ataque de fúria no tenista e o fim da trajetória do número um do mundo

Novack Djokovick quebrando raquete na rede
Legenda: Novack Djokovick chegou a quebrar uma raquete na rede
Foto: Tiziana Fabi / AFP

Novack Djokovick, que chegou as Olimpíadas de Tokyo 2020 como o favorito ao ouro no Tênis, sofreu um ataque de fúria após ser derrotado pelo espanhol Pablo Carreno Busta, na disputa pela medalha de bronze. Em um momento de frustação, ainda durante o terceiro set do jogo, o tenista chegou a quebrar a raquete.  

O número um do Tênis mundial não conseguiu esconder o desgosto pelo resultado que se desenrolava durante o jogo e deixou-se levar pela fúria durante dois momentos no terceiro e último set da partida.  

Em um primeiro momento, ao dar-se conta de que não alcançaria a largada do adversário próximo à rede, Djokovick arremessou a raquete na arquibancada. O segundo momento foi após jogar uma bola para fora. O sérvio atirou a raquete contra a rede, quebrando-a inteira.

O tenista ainda disputaria medalha de bronze na categoria de duplas mistas ao lado da compatriota Nina Stojanovic, que aconteceria neste sábado (31), contra a dupla australiana, mas desistiu de continuar na disputa após a derrota no individual.  

"Dei tudo o que poderia. O que eu tinha no meu tanque, que não era muito, deixei na quadra. Lamento não ter conquistado uma medalha para o meu país. Perdi oportunidades no simples e nas duplas mistas. Não entreguei ontem e hoje o meu nível de tênis, também por exaustão mental e física", justificou Djokovick após a derrota.  
 

No início da semana, após duas vitórias, o tenista tinha dado uma declaração sobre reconhecer a pressão aos esportistas como um privilégio. “Se você quer estar no topo do jogo, é melhor começar a aprender a lidar com a pressão”, declarou a jornalistas em Tokyo.  

De acordo com informações da organização dos Jogos, a exaustão, tanto mental quanto física, foi a responsável pelo fim das Olimpíadas para o tenista, já a Federação Internacional de Tênis informou que sérvio deixou a competição por conta de uma lesão no ombro esquerdo.

O tenista tinha como objetivo conquistar o “Golden Slam”, que acontece quando se vence o Aberto da Austrália, Roland Garras, Wimbledom, o Aberto dos Estado Unidos e as Olímpiadas no mesmo ano.  

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte