Diretores do Fortaleza abrem mão de parte do salário para ajudar a manter saúde financeira do clube

Tricolor do Pici dará 20 dias de férias aos atletas e demais funcionários 

Legenda: O presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, está na campanha para os sócios
Foto: Foto: Rodrigo Gadelha / SVM

Assim como todo o mundo, o futebol também tem sofrido consequências causadas pelo coronovírus que já tirou a vida de mais de 19 mil pessoas e tem deixado outras milhares infectadas no Brasil afora. Em entrevista exclusiva à TV Diário, na manhã desta quinta-feira (26), o presidente do Fortaleza, Marcelo Paz, afirmou que o clube está se ajustando finaceiramente para cumprir com seus pagamento e afirmou que diretores do clube entraram em acordo para receberem apenas parte de seus salários como forma de ajudar nas despesas.

> Fortaleza dará 20 dias de férias para o elenco
> Mesmo com cenário incerto, Ceará e Fortaleza não cogitam demissões de funcionários

A diretoria do Fortaleza, que é remunerada, abriu mão de parte do salário para ajudar o clube nesse momento. Estamos definindo o percentual. Temos conversados também com os jogadores. Tem uma negociação nacional, mas temos feito nosso trabalho local e posso afirmar que a conversa tem sido boa. Brevemente a gente chega a um bom termo. É necessário fazer esses ajustes para que o clube possa honrar com seus compromissos. Não se pode matar a galinha dos ovos de ouro que é o clube. A nossa intenção é não demitir nenhum funcionário", afirmou o mandatário tricolor.

Ainda sem ter ideia de quando os campeonatos irão retornar, Marcelo Paz afirmou que, em reuniões com presidentes de clubes, o interesse é que haja uma pré-temporada de pelo menos 12 dias para que os atletas possam estar na melhor forma física possível visando o alto desempenho nos certames.

"A ideia dos clubes em geral, tenho participado de reuniões com outros presidentes, é de que uma vez que voltem as atividades tenha uma pré-temporada de pelo menos 12 dias para que os times possam voltar a jogar as competições e disputar jogo em alto nível. Essas reuniões empre têm um ou dois membros da CBF que acompanham e participam. Inclusive, temos uma hoje às 16h. Em termos de calendário é difícil prever alguma coisa porque não se sabe quando a quarentena vai acabar. Então, o sentimento hoje dentro da CBF e das federações é de aguardar para saber um prazo para alongar ou não os campeonatos. A ideia hoje é que consiga se concluir tudo. Tanto Estadual quanto a Copa do Nordeste. Em que momentos? Datas Fifa e das competições sul-americanas", disse Marcelo Paz.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados