Dez anos depois e com 20kg a menos, Walter faz gol e vira herói do Athletico na Libertadores

Autor do gol da vitória, atacante comemora: 'Esse dia nunca vou esquecer'

Legenda: "Gordinho matador", Walter entrou no segundo tempo e decretou a vitória do Athletico/PR
Foto: Foto: Athletico/PR

O dia 15 de setembro de 2020 vai ficar para sempre na memória de Walter. Voltando a disputar uma Copa Libertadores depois de dez anos, o atacante entrou aos 37 minutos do segundo tempo e foi o herói da vitória do Athletico-PR sobre o Jorge Wilstermann, por 3 a 2, nesta terça-feira.

Nos acréscimos do jogo realizado em Cochabamba, na Bolívia, pela terceira rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, Walter recebeu cruzamento de Jonathan, dominou e bateu no cantinho do goleiro para dar ao ao Athletico-PR a primeira vitória na altitude.

"É um dia especial para mim. Esse dia não vou esquecer. Hoje com certeza não vou dormir. Minha última Libertadores foi em 2010. Depois de dez anos, entrar e fazer gol. Não tem coisa melhor", disse Walter.

Em maio, depois de dois anos longe dos gramados após ter sido pego no exame antidoping, o atacante assinou um contrato de três meses com o Athletico-PR. Durante esse período, Walter emagreceu mais de 20kg e a diretoria resolveu prorrogar o vínculo até fevereiro de 2021.

Mesmo assim, o atacante não vinha sendo muito aproveitado. No dia 22 de agosto, contra o Fluminense, esteve em campo durante 27 minutos. Já no dia 2 de setembro, diante do Red Bull Brasil, Walter atuou apenas nove minutos. Depois de "tirar um peso das costas" com o gol sobre o Jorge Wilstermann, Walter espera ser mais acionado pelo técnico Eduardo Barros.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?