De técnico novo, Ferroviário enfrenta Floresta para sair da crise

O Tubarão da Barra duela com o Verdão, no Presidente Vargas, em busca de reabilitação no Campeonato Cearense, já com um novo treinador, querendo reagir rapidamente, em busca de uma vaga na 2ª Fase

Legenda: Anderson se apresentou ontem, comandou um treino e já dirige o Ferrão contra o Floresta hoje no PV
Foto: FOTO: KID JUNIOR

Experiente e com trabalhos no futebol cearense, Anderson Batatais chegou ao Ferroviário com uma "batata quente" em suas mãos. Vivendo sob a pressão de está tendo um início ruim no Campeonato Cearense, já que não venceu nenhuma das três primeiras rodadas, o treinador paulista tem a missão árdua de fazer o time dar a volta por cima nesta reta final da competição para que conquiste o título da 1ª Fase, objetivo principal do clube, ou na pior das hipóteses, avançar para a 2ª Fase sem correr riscos de rebaixamento.

Para conseguir o que tanto almeja, o Tubarão da Barra tem como obrigação vencer o Floresta, nesta quarta-feira (15), às 21h30, no Estádio Presidente Vergas, seu primeiro adversário dos últimos quatro jogos finais da primeira etapa do Estadual. A partida terá transmissão da TV Diário.

No entanto, não encontrará facilidades já que o time comandado pelo jovem Luan Carlos também está em busca da reabilitação no campeonato. Vice-lanterna com apenas um ponto, o Floresta vem de duas goleadas e um empate e precisa vencer o quanto antes para sair da zona de desconforto e não ser rebaixado para a Série B do Cearense.

Apresentado oficialmente, ontem, como novo treinador, Anderson Batatais comentou o fato das mudanças feitas no elenco -mantendo apenas três jogadores do ano passado- terem contribuído para os resultados neste início de disputa. "De um ano para o outro, com quatro ou cinco contratações, o percentual de erros é menor. Quem contrata mais, automaticamente erra mais porque é difícil acertar em todas as aquisições. O Ferroviário reformulou e temos que trabalhar com o que nós temos, fazer um trabalho sólido porque reformulação é traz dificuldade para todo mundo".

Conhecedor do futebol cearense, Batatais atuou pelo Fortaleza em 2008, teve uma passagem pelas categorias de base do Ceará, chegando a comandar o time profissional em alguns jogos como treinador interino. Ele iniciou 2019 no Guarany do Sobral, mas após o bom trabalho, seguiu para o Atlético/MG onde integrou à comissão técnica da equipe principal como auxiliar de Vágner Mancini.

Para ele, ter vindo de uma equipe como a do Galo lhe dá mais respaldo entre os jogadores para realizar um trabalho positivo. "Fui muito bem aceito pelos atletas. Quando você chega assim vindo de um clube como o Atlético/MG, te olham diferente", disse o técnico, e seguiu comentando sobre as mudanças que precisam acontecer.

"A gente quer uma equipe mais agressiva na frente, que propõe um pouco mais o jogo, que saiba atuar da maneira que a partida pede. Estamos orientando para que, na hora que a bola rolar, eles possam ter uma grande atuação".

Pressão

Em situações delicadas na tabela, Ferroviário e Floresta buscam não só a parte de cima da competição, mas também se afastar do perigo de queda para a Segundona do Cearense. Atualmente, o time da Vila tem somente um ponto a mais que o Horizonte, último colocado, enquanto o Peixe está apenas um ponto à frente do Z2. Assim, uma vitória deixará a equipe vencedora mais tranquila para os 3 jogos finais, porém levará mais pressão àquele que deixar o duelo como perdedor. Um empate não seria bom para nenhum dos dois, que podem ser ultrapassados na tabela dependendo dos resultados dos jogos de Horizonte, último colocado, e Pacajus, na 6º posição.

Em busca dos três pontos, Batatais afirmou que é preciso trabalhar para ganhar os desafios e também pediu o apoio da massa coral. "É trabalhar e tentar vencer, chamar a torcida para nos ajudar porque sem ela não somos nada. A torcida do Ferroviário tem esse potencial a mais", conclamou o treinador.

E para melhorar as atuações e diminuir o número de erros cometidos, o Ferroviário irá contratar um analisa de desempenho. "O futebol está mais virtual hoje e com profissionais de qualidade para que possa exercer o trabalho da melhor forma possível", finalizou o novo treinador coral.

 

Ficha Técnica:

Cearense - 1ª Fase (4ª rodada)
Estádio: Presidente Vargas
15 de janeiro - 21h30
Árbitro: Léo Simão
Transmissão: TV Diário, Rádio Verdes Mares, Tempo Real do Diário do Nordeste

Ferroviário
Nícolas, Willians Morais, Diego Bispo, Magno Alves, Willian Machado, Felipe Macena, Magno
Caíque, Wellington Rato, Léo Bahia e Eriky. Técnico: Anderson Batatais

Floresta
Dida, Ronaldo, Caça Rato, Anderson Sobral, Zé Carlos, Thalisson, Matheus Bahia, Erisson,
Wagner, Rômulo e Veraldo. Técnico: Luan Carlos

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte