Cuiabá de Chamusca vence Botafogo na Copa do Brasil mesmo com 11 desfalques

Time da Série B do Brasileirão bateu o Fogão por 1 a 0 no Engenhão e leva vantagem para jogo de volta, em casa

Legenda: Matheus Barbosa marcou o gol do triunfo do Cuiabá
Foto: AssCom Dourado

Mesmo contando com nada menos que 11 desfalques, o Cuiabá não se intimidou no Engenhão e derrotou o Botafogo, por 1 a 0, nesta terça-feira (27), em jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Matheus Barbosa marcou o único gol da partida, aos nove minutos do segundo tempo.

O triunfo deixou a equipe da Série B do Campeonato Brasileiro com a vantagem de jogar por um empate na partida da volta para avançar às quartas de final. O confronto está marcado para 3 de novembro, na Arena Pantanal.

Uma das sensações da segunda divisão, o Cuiabá soube aproveitar as brechas do Botafogo e pouco foi ameaçado no ataque, apesar de 11 ausências na equipe, entre jogadores contratados pelo clube que já atuaram na Copa do Brasil (sete) e outros por problemas físicos.

O time carioca, por sua vez, mostrou a mesma dificuldade de engrenar que exibe no Brasileirão. O Botafogo sofreu com a falta de criatividade do seu meio-campo e da pouca agressividade do seu ataque. Agora terá que devolver a vitória, fora de casa, para seguir com chances de classificação.

O jogo

Botafogo e Cuiabá fizeram um 1º tempo de baixo nível técnico e poucas emoções no Engenhão. O time carioca até começou melhor, tentando se impor em campo nos primeiros 20 minutos. Trocava passes com facilidade e buscava espaço no ataque sem pressa, à espera de uma brecha.

O Cuiabá, contudo, não cedeu este espaço. E logo equilibrou as ações ainda na etapa inicial, marcada pela fraca atuação ofensiva. Nenhum dos dois times conseguiu emplacar uma boa chance de gol. No caso do Botafogo, Honda até teve boa chance, em cobrança de falta, aos 16 minutos. Mas exigiu pouco trabalho do goleiro João Carlos.

O segundo tempo foi melhor. Mais confiante após conter os anfitriões no primeiro tempo, o Cuiabá passou a se soltar mais no ataque. E, aos 9 minutos, abriu o placar. Após erro na saída de bola, Honda praticamente entregou a bola ao ataque. E Matheus Barbosa não desperdiçou. Bateu de fora da área e acertou o canto direito de Diego Cavalieri.

Do outro lado, o Botafogo sofria para articular uma simples jogada ofensiva. Honda estava em noite pouco inspirada, Caio Alexandre teve desempenho discreto e Cícero não conseguia acertar a saída de bola. Assim, Rhuan e Pedro Raul atuavam mais isolados, no ataque.

O técnico Bruno Lazaroni tentou ajustar o meio-campo botafoguense ao colocar Lecaros no lugar de Cícero. E, depois, Matheus Babi na vaga de Rhuan. Babi se tornou a referência da equipe para os levantamentos na área. Lecaros foi mais incisivo. Quase empatou aos 36, em chute de longe, rente ao travessão. Mas não foi o suficiente para evitar a derrota do Botafogo.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte

Assuntos Relacionados