Cruzeiro estuda contratação de Rogério Ceni, técnico do Fortaleza

Time mineiro demitiu Mano Menezes após a derrota para o Internacional nesta quarta (7), pela semifinal da Copa do Brasil

Legenda: Pelo Fortaleza, Ceni conquistou em sequência a Série B, o Estadual e a Copa do Nordeste
Foto: Foto: Kid Júnior / SVM

Após a demissão de Mano Menezes, a diretoria do Cruzeiro estuda a contratação do técnico do Fortaleza, Rogério Ceni, para o decorrer da temporada. Segundo o site UOL, o comandante tricolor ainda não foi consultado, mas tem o nome na lista de preferidos pelo clube mineiro.

A busca por Ceni é motivada pelo estilo ofensivo defendido pelo ex-goleiro, proposta tática diferente de Mano Menezes, que costumava montar equipes defensivas. O treinador foi desligado da Raposa com a derrota para o Internacional por 1 a 0, nesta quarta-feira (7), em jogo de ida da semifinal da Copa do Brasil. Disputando também a Série A do Brasileiro, o time venceu apenas um dos últimos 18 jogos na temporada.

No Brasileirão, ocupa a 18ª colocação, com 10 pontos - quatro posições atrás do Fortaleza, que soma 14 na tabela. Um dos trunfos do Cruzeiro para seduzir é o tempo de trabalho oferecido pela diretoria mineira, que acredita em trabalhos de longo prazo. Mano foi anunciado no clube em julho de 2016 e permaneceu no plantel para conquistar duas Copas do Brasil (2017 e 2018) e dois Campeonatos Mineiros (2018 e 2019) - totalizando 235 jogos no período e aproveitamento de 56,7%.

Legenda: Com Roger Machado no comando, o Bahia está na na 10ª posição, com 19 pontos
Foto: Foto: divulgação / Bahia

Outro candidato ao posto é Roger Machado, que está no Bahia. Acumulando passagens por Grêmio e Atlético/MG, o técnico é tido como um dos favoritos na cúpula mineira, que também deve sondar Abel Braga, sem emprego desde a demissão do cargo no Flamengo, em abril deste ano.

Ceni valorizado

Pelo Fortaleza, Ceni conquistou em sequência a Série B, o Estadual e a Copa do Nordeste. Com filosofia de trabalho implantada no 4-2-4, ajudou na maior profissionalização do time cearense e tem contribuído com orientações nas reformas realizadas no Estádio Alcides Santos, sede do Fortaleza, além da metodologia de treinos, alimentação e preparação para os jogos. 

A atuação foi alvo de desejos do Atlético/MG em duas oportunidades. No ano passado, o Galo tentou seduzir o técnico durante parada para Copa do Mundo, sem sucesso nas negociações. Em 2019, o contato ocorreu depois do título cearense, no entanto, foi recusado pelo comandante, que admitiu a proposta e afirmou estar feliz com o trabalho conduzido no Pici, onde tem o aval do presidente Marcelo Paz e o reconhecimento dos atletas.