Cruzeiro é condenado pela Justiça a pagar R$ 3,2 milhões a Rafael Sóbis

Atacante moveu processo contra o ex-clube em 2019, pedindo mais de R$ 4 milhões. Cabe recursos para as duas partes

Legenda: Sóbis cobra à Raposa pelo descumprimento de acordo de no ato da rescisão contratual
Foto: Kid Júnior / SVM

O Cruzeiro foi condenado nesta terça-feira (16) a pagar R$ 3,2 milhões ao seu ex-atleta, Rafael Sóbis, hoje no Ceará. A sentença foi proferida pela Justiça do Trabalho de Minas Gerais após a ação trabalhista, ingressada pelo jogador em 2019 na Justiça do Rio Grande do Sul. As duas partes podem recorrer contra a condenação. As informações são do GloboEsporte.com.

Sóbis havia pedido R$ 4,1 milhões da Raposa por não cumprimento de acordo no ato da rescisão contratual, em janeiro do último ano, quando ainda havia 12 meses de contrato a cumprir. O combinado com o clube mineiro era de pagamento de quase R$ 4 milhões ao atacante. Apenas R$ 504 mil desse valor foram pagos ao atleta na época. 

O atacante de 35 anos do Vovô foi bicampeão da Copa do Brasil com o Cruzeiro, em 2017 e 2018, antes de retornar ao Internacional na temporada passada. O time mineiro ocupa atualmente a 13ª posição na Série B do Brasileirão, com 8 pontos, depois de começar a competição com -6 por punição da FIFA.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?

Assuntos Relacionados