Copa da França é adiada, e Alemanha veta torcida em estádios por nova onda de Covid-19

Decisão da Federação Francesa de Futebol ocorreu após o anúncio de novas restrições sanitárias do presidente Emmanuel Macron

Legenda: Série A do Campeonato Francês não será parada
Foto: Divulgação/Ligue 1

A Federação Francesa de Futebol (FFF) anunciou nesta quinta-feira (29) a decisão de adiar partidas da Copa da França masculina e feminina, ligas semiprofissionais, amadoras e juvenis até o dia 1 de dezembro. A medida veio após o presidente Emmanuel Macron afirmar que o país inicia um 2º lockdown a partir desta sexta-feira (30) pelo novo aumento dos casos de Covid-19 na Europa.

Os jogos que não poderão ser disputados durante o próximo mês serão marcados para outra data após o começo de dezembro. Confrontos da Seleção Francesa masculina e feminina não foram alterados. A 1ª divisão nacional (Ligue 1) também continua com o calendário normal.

A França tem registrado até mais de 50 mil novos casos de Covid-19 por dia. No novo lockdown, os cidadãos só poderão sair de casa para atividades profissionais essenciais ou por necessidades médicas, sendo obrigatório o preenchimento de formulário justificativo para deixar seus lares.

Legenda: "Uma segunda onda que sem dúvida será mais difícil do que a primeira", afirmou o presidente francês
Foto: Ludovic Marin/AFP

"O país está sendo sobrecarregado por uma 2ª onda que sem dúvida será mais difícil do que a primeira", afirmou Macron durante o pronunciamento nesta quarta-feira (28). A França já contabiliza mais de 1,2 milhão de infectados e mais de 35 mil mortes pela doença.

Bundesliga volta a fechar portões

A Alemanha também volta às medidas de segurança sanitária mais rigorosas. A chanceler Ângela Merkel anunciou que o país entra em lockdown parcial a partir de segunda-feira (2) pelo aumento de casos do novo coronavírus. 

O Campeonato Alemão, antes com 20% do público permitido nas arquibancadas, volta a ter os portões fechados. A medida não agradou à Liga de Futebol da Alemanha (DFL), que alega disciplina tanto dos clubes quanto dos torcedores nas regras de procedimentos de segurança. 

Cerca de 15 mil novos casos foram registrados no país em 24h nos últimos dias, número diário superior ao início da pandemia, que infectou mais de 480 mil alemães e matou mais de 10 mil cidadãos.  

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte