Contra Santos, Fortaleza quer melhorar em relação à atuação de 2019

Equipe de Rogério Ceni mantém padrão ofensivo para jogo com o Peixe, que deve entrar em campo com uma formação mista para poupar os jogadores, de olho nos jogos da Libertadores. Para o Leão, a meta é se consolidar na tabela

Legenda: Wellington Paulista estará em campo diante do Santos
Foto: Camila Lima

O Fortaleza tem um grande desafio na noite de hoje, quando enfrenta o Santos, fora de casa, na Vila Belmiro, pela Série A do Campeonato Brasileiro. O jogo começa às 20h30 e encerra o dia de confrontos pela elite do futebol brasileiro.

Powered by RedCircle

Como em todo jogo, o técnico Rogério Ceni não montou a sua equipe para se defender meramente, mesmo diante de um selecionado forte, como é o Santos. A ideia é seguir ofensivo e buscar uma nova vitória. Principalmente, porque em caso de um novo triunfo, o Tricolor do Pici pode chegar até a zona da Libertadores, que hoje qualifica seis equipes para a competição continental do próximo ano.

Novidade para a partida é que Ceni terá o zagueiro Jackson no lugar do colombiano Juan Quintero, lesionado. Com isso, a dupla de zaga será Paulão e Jackson para tentar conter os ataques do Santos.

Quem também deve aparecer no setor defensivo é Gabriel Dias, que volta de suspensão pelo terceiro cartão amarelo e assume a lateral direita. No jogo passado, contra o Internacional, Marlon atuou de forma improvisada. Carlinhos deve ser mantido na lateral esquerda. No mais, o Tricolor do Pici é o mesmo da última rodada da Série A do Brasileiro.

Com 15 pontos, o Fortaleza quer pontuar diante do Santos para continuar bem classificado. Até porque depois dessa rodada, o time volta a jogar em casa, contra o Atlético/GO, adversário direto na luta pela permanência. E, se vencer também, pode assumir uma posição cada vez mais tranquila na tabela de classificação do Brasileirão.

"A gente sabe que o Santos é muito forte jogando na Vila. Jogadores que estão vivendo um momento espetacular. Estamos cientes do que temos que fazer, do que o Rogério pede, porque assim teremos chances de fazer um grande jogo, como foi ano passado, mas dessa vez temos que conquistar os três pontos", afirmou Juninho, que esteve em campo com o Fortaleza no empate em 3 a 3, na Vila Belmiro, na edição de 2019 da Série A.

Equipe mista?

De desfalque certo, o técnico Cuca já tem certeza de Lucas Veríssimo. O zagueiro está com um edema na panturrilha esquerda comprovado através de exames médicos. Ele está relacionado, mas tem poucas chances de encarar o Fortaleza, pela 12ª rodada do Brasileirão.

Outros jogadores mais desgastados após a viagem para o Equador, onde enfrentou o Delfín, pela Libertadores, também devem ser poupados. Diego Pituca, por exemplo, atuou em todas as partidas de 2020, inclusive nesta última. Felipe Jonatan e Marinho também estão bem cansados.

Ontem, Cuca comandou uma atividade técnica e regenerativa, mas não esboçou o time titular. O treinador relacionou todos os jogadores à disposição para o jogo, mas deve utilizar parte do time reserva.

Depois de encarar o Leão, o Peixe já se prepara para viajar de novo para jogar com o Olimpia, no Paraguai, no meio de semana.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte