Conmebol anuncia árbitros europeus para apitar pela primeira vez na Copa América

A ação faz parte de um acordo assinado em fevereiro de 2020

Taça da Copa América na frente das bandeiras das seleções da América do Sul
Legenda: A Copa América é o torneio de seleções mais antigo do mundo
Foto: AFP

A Copa América, o torneio de seleções de futebol mais antigo do mundo, contará com a presença de árbitros europeus pela primeira vez na história. A iniciativa é parte de um acordo de troca com a Uefa e que levará uma lista sul-americana para a Eurocopa, também disputada nos meses de junho e julho deste ano.

O árbitro espanhol Jesús Gil Manzano encabeça a lista que é completada pelos compatriotas Diego Barbero Sevilla e Ángel Nevado Rodríguez, como assistentes de campo. Os três fazem parte de um elenco de 14 árbitros principais e 22 assistentes que estarão na Copa América organizada por Argentina e Colômbia.

Jesús Gil Manzano conversa com atletas de Atlético de Madrid e Barcelona
Legenda: O árbitro Jesús Gil Manzano tem experiência em grandes jogos do futebol espanhol
Foto: AFP

Por outro lado, o árbitro argentino Fernando Rapallini e os assistentes Juan Pablo Bellatti e Diego Bonfa farão parte da equipe de arbitragem que apitará na Eurocopa.

A cooperação entre América do Sul e Europa se dá no marco de uma aliança estratégica "com o objetivo de enriquecer e otimizar a arbitragem nas duas confederações", disse a Conmebol em comunicado oficial. "A troca de árbitros com a Conmebol para os nossos dois torneios emblemáticos irá enriquecer as duas competições e melhorar a experiência dos melhores árbitros", disse o presidente da Uefa, o esloveno Aleksander Ceferin.

A colaboração entre as organizações faz parte do memorando de entendimento assinado em fevereiro de 2020. O documento também propõe o trabalho conjunto em outras áreas, como o desenvolvimento do futebol feminino e nas categorias juvenil e de treinamento, assim como a segurança e governança no futebol.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte