Ceará sofre gol no fim e empata com o Fluminense no Maracanã

Vovô vencia até os 45 do 2º tempo, mas sofre gol e deixa vitória escapar

Legenda: O Ceará jogou melhor que o Fluminense no Maracanã mas ficou no empate
Foto: Felipe Santos / Ceará SC

O Ceará esteve próximo da vitória no Maracanã contra o Fluminense, mas deixou o resultado escapar. O Alvinegro jogou melhor e vencia até os 45 do 2º tempo, quando sofreu o gol do empate, amargando o resultado de 2 a 2, em jogo pela 17ª rodada da Série A. Com o resultado, o Vozão chega aos 19 pontos e assume provisoriamente a 12ª colocação, precisando aguardar o fim da rodada para ver a colocação que ficará.

Após o duelo no Rio de Janeiro, o Vozão volta suas atenções para a final do Campeonato Cearense. Na quarta-feira, o Ceará enfrentará o Fortaleza, no 2º jogo da final, às 21h30 no Castelão e precisará reverter a vantagem do eterno rival. Como perdeu o 1º jogo por 2 a 1, o Vozão precisará vencer por dois gols de diferença, já que o Leão joga por dois resultados equivalentes.

O Ceará começou a partida com dificuldade para se encaixar taticamente, com o volante Fabinho improvisado na lateral-direita e Pedro Naressi no meio fazendo sua estreia. A equipe demorou para encaixar e sofreu um gol com 12 minutos, em cabeçada de Luiz Henrique, quando o Fluminense já era melhor e pressionava.

Só que a partir daí o Ceará acalmou os nervos, se organizou em campo e fez seu jogo. Passou a tocar melhor a bola, ter mais a posse dela e criar as melhores chances. Até que aos 41 minutos, o Vozão empatou com gol de Charles.

O empate já era mais justo pelo futebol apresentado e por pouco o Ceará não virou ainda no 1ºtempo, em tentativa de Léo Chú que Muriel defendeu.

Para a etapa final, o Ceará voltou com o mesmo ímpeto e Léo Chú voltou a ter a chance da virada, chutando rente à trave. 

Com o controle total do jogo, o Vovô teve mais duas chances para virar antes dos 20 minutos, com Léo Chú e Vina, com ambos parando em Muriel.

Mas o domínio resultou na virada aos 32 minutos: Digão, zagueiro do Fluminense, saiu jogando errado e Vina, esperto, tomou a bola, driblou o goleiro Muriel e virou o jogo: 2 a 1.

A virada era justa e o Ceará continuou ofensivo, com as entradas de Lima e Leandro Carvalho. O time jogou para fazer o terceiro, mas ao desperdiçar generosos contra-ataques, o time foi castigado.

Em contra-ataque do Fluminense, Caio Paulista cruzou, Fred cabeceou para o lado e Danilo Barcelos finalizou para empatar: 2 a 2.

Após o empate, o Ceará tinha apenas 4 minutos para buscar a vitória, mas não conseguiu mais ir à frente, precisando se contentar com um empate de sabor amargo.

 

Ficha Técnica:

Campeonato Brasileiro - Série A - 17ª rodada
Maracanã, Rio de Janeiro (RJ)
17 de outubro de 2020 

Fluminense 2
Muriel, Igor Julião, Nino, Digão, Danilo Barcelos, Hudson (Caio Paulista), Dodi, Nenê (Ganso), Yago Felipe (André) (Felippe Cardoso), Luiz Henrique (Marcos Paulo), Fred. Técnico: Odair Hellmann

Ceará 2 
Fernando Prass, Fabinho, Tiago Pagnussat, Eduardo Brock, Bruno Pacheco, Pedro Naressi (Leandro Carvalho), 
Charles, Fernando Sobral, Vinícius (Lima), Léo Chú (Kelvyn), Rafael Sobis (Cléber). Técnico: Alexandre Faganello

Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior
Gols: Luiz Henrique e Danilo Barcelos (Fluminense), Charles e Vinícius (Ceará)
Cartões Amarelos: Igor Julião, Digão, André (Fluminense), Tiago Pagnussat, Pedro Naressi e Rafael Sóbis (Ceará) 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte