Ceará quer embalar no Brasileiro contra o Atlético/GO fora de casa

O Vozão, que está de astral renovado após vencer a primeira na Série A, na rodada anterior, e avançar na Copa do Brasil no meio de semana, encara um rival direto na luta pela permanência e joga para garantir mais três pontos

Legenda: Atacante Cléber retorna e é esperança de gols do Alvinegro contra o Dragão
Foto: Foto: Kid Júnior

Nada como duas vitórias para acalmar os ânimos e vislumbrar uma arrancada. Assim está o Ceará após vencer a primeira partida na Série A, ao bater em casa o Bahia por 2 a 0 pela 5ª rodada e avançando no meio de semana para a 4ª Fase da Copa do Brasil, ao ganhar do Vitória, fora de casa, por 4 a 3. São dois resultados que elevam a confiança para a sequência da temporada, construindo uma reação na Série A, após três derrotas em quatro jogos no início de campanha na primeira divisão.

Hoje contra o Atlético/GO, às 18 horas, no estádio Olímpico, em Goiânia, com transmissão ao vivo da Rádio Verdes Mares, o Vovô, em 19º lugar, busca sua segunda vitória na Série A, e por consequência, subir na tabela. Se hoje o Alvinegro está no Z-4, com quatro pontos, uma vitória pode representar ganhar posições e até ocupar a zona de classificação para a Sul-Americana.

"É importante conquistarmos vitórias, aumenta a confiança da equipe e dá uma tranquilidade a mais para trabalharmos. Não tem jogo fácil. Sabemos das nossas qualidades, das nossas limitações, então, temos que lutar para conquistarmos pontos e não podemos dar brecha. Temos que respeitar o Atlético, mas não podemos deixar de jogar. Eles estão com o mesmo número de pontos, mas a gente quer buscar coisas grandes na competição", disse Bruno Pacheco, lateral esquerdo do Ceará.

Ouça o CearáCast

Diferenças

Os dois clubes vivem momentos distintos apesar na mesma pontuação na Série A, e tendo ambos conquistado vaga na 4ª Fase da Copa do Brasil no meio de semana. Enquanto o Ceará vem de duas vitórias, o Atlético/GO perdeu os três últimos jogos, sendo dois pela Série A - Goiás e Inter - e um pela Copa do Brasil, para o São José/RS por 1 a 0, apesar de ter avançado.

A partida é de suma importância também por ser da rodada anterior ao Clássico-Rei, que será disputado na próxima quarta-feira no Castelão, às 19 horas. O técnico Guto Ferreira deu a entender que o grupo está sentindo o desgaste físico, por isso é provável que ele poupe algum jogador mais desgastado.

"A parte física e muscular refletiu parâmetros de descanso, mas a parte neural, responsável pelo reflexo, pela ação rápida, pareceu cansada contra o Vitória (na última quarta-feira). E quando se está cansado, você até tenta, mas seu reflexo sempre fica atrasado", explicou o técnico.

Para Bruno Pacheco, o desgaste existe, mas os jogadores fazem trabalhos específicos de recuperação.

"Todo um staff trabalha junto com a gente e dá suporte para nos recuperarmos. Com a sequência de jogos e as viagens é normal a gente sentir desgaste de um jogo para o outro, mas, jogador nenhum vai jogar sem nenhuma dor. Ainda mais no futebol brasileiro que é apertado. Como eu disse, todo mundo se cuida para estar perto do 100% e suportar bem as partidas".

No Vovô, é certo que o atacante Cléber retorna, após não atuar na Copa do Brasil no meio de semana. Artilheiro do Vovô na Série A com três gols, ele é um dos destaques do time e já despertou o interesse do Grêmio.

Ficha Técnica

Série A do Brasileiro - 6ª rodada
Olímpico Pedro Ludovico - Goiânia - GO 
30 de Agosto de 2020  - às 18h
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira - MG
Transmissão: Rádio Verdes Mares, Premiere, tempo real do Diário do Nordeste e ge.com/ce

Ceará

Fernando Prass,Samuel Xavier (Eduardo), Gabriel Lacerda (Tiago), Luiz Otávio, Bruno Pacheco, Charles (Fabinho), William Oliveira, Vinícius, Fernando Sobral (Mateus Gonçalves), Leandro Carvalho e Cléber. Técnico: Guto Ferreira

Atlético/GO

Jean, Dudu, Éder, Gilvan e Nicolas; Edson, Marlon Freitas, Jorginho, Everton Felipe, Hyuri e Ferrareis. Técnico: Vágner Mancini

 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte