Ceará precisa reverter grande vantagem do Palmeiras para avançar

O Vovô recebe o Verdão em busca de reagir no jogo de volta das quartas de final da Copa do Brasil com três gols de desvantagem. O time paulista sofre com surto de Covid-19 e não conta com 18 atletas

Legenda: O meia Vinícius foi o herói da classificação contra o Santos na fase anterior e retorna ao Vovô hoje, curado da Covid
Foto: KID JUNIOR

O Ceará precisa de uma reação histórica hoje para se classificar à semifinal da Copa do Brasil, diante do Palmeiras, na Arena Castelão. A partir das 19 horas, começa a árdua missão alvinegra de buscar os três gols de desvantagem levados no jogo de ida e forçar pelo menos a disputa de pênaltis. A tarefa é uma das mais difíceis, mas, se acontecer, já será a maior virada alvinegra na Copa do Brasil, se tornando um feito histórico não só do clube, como da competição nacional.

A missão, antes quase impossível, se torna mais acessível para o Ceará com os vários desfalques do adversário: 15 infecções de atletas por Covid-19 confirmadas nos últimos dias (Matías Viña, Gabriel Veron e Gabriel Menino, Gustavo Scarpa), entre outros, além de desfalques por lesão ou por convocação para suas seleções durante as Eliminatórias.

Apesar da equipe paulista ainda ter à disposição peças de qualidade, o Alvinegro conta com o retorno do meia Vina, recuperado da Covid-19.

O camisa 29 foi importante ausência nos últimos jogos (derrotas para Palmeiras e para o Grêmio) e retoma a posição como referência da equipe. Um "reforço" que pode fazer a diferença para o Vovô.

A instabilidade defensiva recente, principalmente no 1º tempo, é outro desafio a ser ajustado. Foram sete gols em duas partidas, seis na etapa inicial, ponto comentado por Guto Ferreira na coletiva após perder para o Grêmio.

"Independentemente de ter acontecido nesses dois jogos, é algo que já vinha me preocupando. As equipes que monto não costumam ser tão vazadas. Temos que estruturar a equipe de uma maneira melhor para que a gente tenha uma defesa mais coesa", disse Guto Ferreira.

O volante Fernando Sobral espera que o Ceará reverta a vantagem palmeirense e faça história. "Vamos respeitar o adversário e o placar que eles construíram, mas temos de dar o nosso melhor porque estamos cientes que, conseguindo uma classificação como essa para as semifinais da Copa do Brasil, vamos nos colocar ainda mais na história do clube e seguir fazendo história com essa camisa".

Powered by RedCircle

Valor e história

Até aqui, o Ceará já faturou R$ 11,3 milhões com a Copa do Brasil. Caso avance para a semifinal, feito que não acontece desde 2011, quando eliminou o Flamengo, serão mais R$ 7 milhões na conta.

O Vovô já eliminou o Palmeiras da competição em 1994, nas oitavas, quando chegou à decisão. A última vez que um placar de 3 a 0 foi revertido na Copa do Brasil foi em 2014, quando o Flamengo buscou a resultado contra o Coritiba e venceu nos pênaltis. A fagulha de esperança alvinegra existe e é a ela que o time vai se ater para superar esta missão.

Ficha Técnica
Copa do Brasil - Quartas de final Arena Castelão, em Fortaleza
18 de novembro - 19 horas

Ceará
Fernando Prass, Samuel Xavier, Luiz Otávio, Tiago Pagnussat, Bruno Pacheco, Charles, Fabinho,
Fernando Sobral, Vina, Léo Chu e Felipe Vizeu. Técnico: Guto Ferreira

Palmeiras
Weverton, Marcos Rocha, Emerson Santos, Gustavo Gómez, Lucas Esteves, Patrick de Paula, Zé Rafael,
Raphael Veiga, Lucas Lima, Luiz Adriano e Willian. Técnico: Andrey Lopes

Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior/PR; Transmissão: Rádio Verdes Mares, Premiere, SporTV, Tempo real do Diário do Nordeste

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte