Ceará perde para o Luverdense e demite Marcelo Cabo

Mazola, Thiago Carvalho e Victor Luís se machucaram na partida desta terça-feira (29). Com a derrota Ceará estaciona nos 26 pontos

Em jogo com mais escanteios do que emoção, o Ceará perdeu por 1 a 0 para o Luverdense, na Arena Castelão. Com ambos os times jogando abaixo do esperado, a torcida viu um jogo de muita luta, mas poucas boas jogadas. O gol foi de Lucas Fernandes, após jogada de Osman, já no segundo tempo. Com a derrota, o Alvinegro de Porangabuçu estacionou nos 26 pontos na Série B do Campeonato Brasileiro de 2015.

Demissão

Com a derrota, a diretoria anunciou que Marcelo Cabo não é mais o treinador do Ceará. Durante a entrevista coletiva após o jogo, o diretor de futebo do Vovô, Rodrigo Pastana, confirmou demissão do ex-comandante do Macaé.

Primeiro tempo

O jogo começou de forma marcante. Guilherme Andrade recebeu ainda no campo de defesa e errou o passe para Mazola de forma muito estranha. Não fossem os passes errados, o time de Marcelo Cabo poderia até ter conseguido abrir o placar ainda no primeiro tempo. Mas sempre que precisou sair em contra-ataques, para criar oportunidades para os atacantes, o Alvinegro de Porangabuçu esbarrou em pequenos erros. 

Em momentos faltou entrosamento dos jogadores que estavam em campo. Em outros faltou qualidade. Pelo menos, para servir de alento para o torcedor, não faltou vontade. 

O Vovô começou o jogo marcando muito forte e conseguiu pressionar o Luverdense nos primeiros dez minutos de partida. Mas não conseguiu criar nenhuma chance clara de gol. 

Para tentar acalmar os ânimos do time cearense, o Luverdense começou  a tentar diminuir a velocidade do jogo trocando passes na defesa. E as orientações do técnico Júnior Rocha pareceram ter surtido o efeito necessário. Mesmo que tendo sofrido dificuldades no começo do jogo, o Luverdense foi cansando o Ceará e passou a dominar a posse da bola.

Foi aí que o jogo ficou truncado e começou um festival de escanteios. Foram 4 para o Luverdense e 2 para o Ceará, seguidos. O Luverdense conseguia um cruzamento e zaga cortava, mas a bola acabava sobrando para o time visitante, que já conseguia trocar passes elaborados no campo de ataque. 

Veja o gol:

 

A melhor oportunidade do jogo veio aos 38 minutos, quando Alípio completou um cruzamento já dentro da área. O meio campista bateu forte, mas parou em Luís Carlos. 

Outro destaque da partida foi o bom drible de Osman em cima de Guilherme Andrade, aos 41. Depois de deixar o lateral direito do Vovô no chão, Osman bateu cruzado e viu a bola passar muito próxima do gol de Luís Carlos. 

Não faltou vontade

Se Marcelo Cabo tinha alguma estratégia montada para a segunda etapa do jogo, viu todo desmoronar em apenas 16 minutos. Promovendo duas substituições ainda no intervalo, o técnico do Ceará viu Mazola sentir a coxa aos 5 minutos e não conseguir mais voltar para o jogo. Fernandinho teve de sair do banco.

Aos 16 veio o golpe mais duro. Depois de um contra-ataque, Osman driblou Wellington Carvalho e Charles, deixando o segundo no chão, e passou para Lucas Fernandes, no meio da área. O atacante do Luverdense bateu com força e Luís Carlos não conseguiu fazer a defesa. 1 a 0 Luverdense. 

O jogo seguiu com os dois times sofrendo para criar jogadas. E quando um dos times conseguia uma tabela ou tentava um cruzamento, acabava parando na zaga adversária. 

A torcida do Ceará ainda vaiou o time pelo fraco desempenho, mas não faltou vontade, mesmo que, talvez, tenha faltado qualidade. Aos 41, o goleiro Edson ainda fez uma defesa muito difícil após um chute de Ricardinho, frustrando os Alvinegros na Arena Castelão.

Próximo desafio

Próximo jogo do Ceará pela Série B será contra o Criciúma, no dia 17 de outubro, às 14h30. 

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte