Ceará espera retomar caminho das vitórias na Série A contra o Goiás

Após golear e eliminar o Brusque, pela Copa do Brasil, o Alvinegro de Porangabuçu tem a missão pela frente de bater o Goiás, em casa, na Arena Castelão, e seguir firme na parte de cima da tabela de classificação

Legenda: Vina é destaque e artilheiro do Ceará na Série A do Brasileiro
Foto: Thiago Gadelha

O Ceará vinha em ascensão na Série A até perder na rodada anterior, por 4 a 2, fora de casa, para o então lanterna Bragantino, resultado que assustou pelos inúmeros erros defensivos, nada comuns no time de Guto Ferreira. O Vovô deu uma resposta rápida ao golear o Brusque, por 5 a 1, pela Copa do Brasil, avançando para as oitavas de final, e espera voltar a vencer no Brasileiro, hoje contra o Goiás, às 18h15, na Arena Castelão.

Powered by RedCircle

Enquanto o Vovô tem 13 pontos em 11 jogos, o time esmeraldino é o último colocado com apenas oito, mas em oito partidas, já que teve três jogos adiados.

Se o Vozão vencer, pode terminar a rodada em 9º, ganhando duas posições, e abrir seis pontos para o Z-4, 1º objetivo do clube na Série A. Em 11 rodadas, o Vovô é o 8º melhor mandante da Série A, com 55,6% de aproveitamento, conquistando 10 dos 18 pontos possíveis em seis jogos. Já o adversário do Vovô é o pior visitante da Série A, conquistando um ponto em três jogos, ou 11,1% de aproveitamento, mas é um confronto que requer cuidados pela "lição" Bragantino.

Lição a aprender

O "Massa Bruta" também era o último colocado da Série A antes de receber o Vozão em Bragança Paulista e vencer o jogo com facilidade. Naquela partida, o Ceará entrou em campo desconcentrado, desarrumado em campo, sem o padrão tático pedido pelo treinador. Por isso, contra o Goiás, o Alvinegro precisa encarar o jogo com mais concentração, evitando assim, uma surpresa desagradável como na rodada anterior.

Em meio à maratona de jogos desde o retorno do futebol em julho, o Ceará ainda não teve nenhuma semana cheia para trabalhar e recuperar os jogadores. No jogo da última quarta-feira, pela Copa do Brasil, contra o Brusque, Guto Ferreira escalou força máxima, mas a partir dos 23 minutos do 2º tempo, quando a vantagem era grande no placar agregado, começou a substituir titulares para evitar um desgate maior.

"Você tem que pensar no calendário que tem, não dá pra parar. Precisamos rodar e o rodar e também tirar mais cedo, como tiramos Vina, Sóbis e Leandro. Você começa a ganhar outros jogadores também, que ganham mais ritmo e confiança", destacou Guto Ferreira.

Para o confronto, o técnico pode repetir a mesma equipe que jogou na quarta-feira, mantendo Eduardo na lateral direita, por Samuel Xavier ainda ser dúvida por dores na coxa e realizar tratamento intensivo. No meio, Ricardinho deve ser mantido, já que William Oliveira passou por cirurgia no joelho. No ataque, com Rafael Sóbis sendo grande destaque com dois gols, pode ser mantido, com Cléber ficando no banco.

Sobre o confronto, o lateral-direito Eduardo opinou. "Não se pode errar, ou se dar ao luxo de errar. É um jogo dentro de casa. Não podemos perder pontos dentro de casa. A equipe do Goiás é muito qualificada. Campeonato Brasileiro tem sido bastante equilibrado. A gente tem que mostrar nossa força dentro de casa e fazer um bom jogo. Precisamos atingir uma pontuação e não podemos fugir do nosso foco", disse ele.

O adversário

O Goiás possui dois retornos e uma baixa no time principal para enfrentar o Ceará. A partida é válida pela 12ª rodada da Série A do Brasileiro.

Fora devido suspensão automática na última partida, o zagueiro Rafael Vaz e o atacante Victor Andrade estão novamente entre os relacionados. A ausência, no entanto, é o lateral-esquerdo Jefferson, expulso na vitória por 1 a 0 sobre o Internacional, em Goiânia.

A delegação também conta com o técnico Thiago Larghi. O comandante ficou afastado por duas semanas após testar positivo para Covid-19.

Como o rival do Esmeraldino era o Flamengo, envolvido na disputa da Taça Libertadores, o clube ganhou folga de duas semanas na tabela.

 

Série A do Brasileiro - 12ª rodada
Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
27 de setembro - 18h15

Ceará: Fernando Prass; Eduardo, Tiago Pagnussat, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles, Ricardinho e Fernando Sobral; Vina, Leandro Carvalho e Cléber. Técnico: Guto Ferreira

Goiás: Tadeu; Edílson, Fábio Sanches, David Duarte e Caju; Sandro, Breno, Daniel Bessa e Keko; Rafael Moura e Vinícius Lopes. Técnico: Thiago Larghi

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
Transmissão: Rádio Verdes Mares, Premiere e Tempo Real do Diário do Nordeste

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte