"Brigamos pela 1ª parte da tabela", confia Klaus sobre Ceará antes da estreia no Brasileirão

Zagueiro é um dos destaques do elenco alvinegro em 2020, consistente na defesa e ameaça ofensiva, com 4 gols anotados

Legenda: "Já tivemos confrontos com times da Série A e nos saímos muito bem. Então, temos uma expectativa boa para o resto da temporada", afirmou Klaus em entrevista exclusiva à Verdinha
Foto: Stephan Eilert/cearasc.com

As expectativas para o começo da Série A do Brasileirão só aumentam, com a competição já batendo à porta. Neste sábado (8), pela 1ª rodada, o Ceará recebe o Sport na Arena Castelão, às 21h. Para esta temporada, após a conquista da Copa do Nordeste, o Vovô não pretende brigar na 2ª metade da tabela de classificação, segundo afirmou o zagueiro alvinegro Klaus em entrevista exclusiva ao repórter Déo Luís, da Rádio Verdinha AM 810.

> Veja tabela detalhada da Série A 2020

"Nossa equipe já deu uma amostra do que tem pela frente. É um ano em que a diretoria apostou bastante no elenco, montou uma equipe muito qualificada. Entramos no Brasileirão para brigar pela 1ª parte da tabela. Sabemos que a Série A é muito disputada. Já tivemos confrontos com times da Série A e nos saímos muito bem. Então, temos uma expectativa boa para o resto da temporada", disse o defensor.

Apesar de 3 técnicos diferentes em 2020, o Alvinegro de Porangabuçu mostrou evolução após a paralisação devido à pandemia, mostrando um desempenho consistente de um grupo, de acordo com Klaus, cada vez mais entrosado.

"Desde o início do ano, nosso time já tinha encontrado uma forma sólida de jogar, principalmente na parte defensiva. Depois da parada, achamos mais opções ofensivas e, nessa reta final da Copa do Nordeste, tivemos um entrosamento grande, conseguimos fazer grandes jogos e sermos campeões", contou o zagueiro.

Zagueiro artilheiro e já campeão

Contratado no começo de janeiro, o atleta de 26 atuou em 13 partidas pelo Vovô, 12 como titular, e surpreendeu pelo número de gols marcados (4), dois deles em Clássicos-Rei no Nordestão. Para Klaus, faturar um título em tão pouco tempo em um clube é motivo de grande felicidade.  

"É muito gratificante para mim, que cheguei no início do ano, já ser campeão. Porque um jogador de futebol entra para a história do clube ao participar de grandes vitórias e ao conquistar títulos. E essa competição teve esses dois fatores. É uma satisfação enorme já poder ser campeão pelo Ceará", afirmou o jogador.

> Ceará e Fortaleza são os times que mais irão percorrer distâncias na Série A

> Veja mais notícias de Ceará e Fortaleza

O rodízio de Guto Ferreira na dupla de zaga do Ceará foi devido à suspensão de Luiz Otávio para as semifinais do Nordestão e o desfalque de Tiago Pagnussat por questão contratual na final diante do Bahia. Essas mudanças são vistas de forma positiva por Klaus, que briga pela titularidade e elogia o técnico por ministrar o elenco tão bem nos últimos jogos.

"A grande virtude do Guto foi encaixar as peças disponíveis da melhor forma em função do adversário para sair com a vitória. Nessa Copa do Nordeste, precisamos rodar bastante o elenco e todo mundo deu conta do recado e os resultados são fruto disso", revelou o zagueiro à Verdinha.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?