Bahia vence Santos de Diniz com 3 gols marcados em 7 minutos em Pituaçu

Time paulista começou mal o Campeonato Brasileiro

Jogadores do Bahia comemoram gol
Legenda: Bahia teve atuação arrasadora em sete minutos
Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Depois de um primeiro tempo morno, o Santos viveu um pesadelo neste sábado com três gols sofridos nos sete primeiros minutos da etapa final e estreou no Campeonato Brasileiro com derrota por 3 a 0 para o Bahia, no estádio de Pituaçu, em Salvador. Thaciano, duas vezes, e Juninho marcaram os gols do triunfo baiano.

Com a derrota, o time santista, eliminado precocemente da Copa do Libertadores, inicia a disputa do campeonato nacional preocupando o torcedor. Além do Brasileirão, ainda há a Copa Sul-Americana e a Copa do Brasil. Enquanto isso, o Bahia, eliminado da Sul-Americana, soma os primeiros três pontos e assume a liderança provisória, com foto total no Nacional.

Em campo, o Bahia começou o jogo mais ligado e se fez presente no ataque durante os minutos iniciais. Antes de o cronômetro marcar 10 minutos, o time tricolor já havia conseguido chegar duas vezes, com finalizações para fora de Thaciano e Gilberto, mas não conseguiu manter o ritmo.

A partir daí, o Santos manteve a posse de bola, o que não foi o suficiente para criar jogadas claras de perigo. As investidas mais próximas da área adversária foram bem interceptadas pela defesa baiana. Sem a bola, o Bahia teve a esperança da marcação de um pênalti ao seu favor, aos 21 minutos, por um suposto toque de mão, mas o árbitro mandou seguir após rápida checagem.

Sem emoção até o primeiro gol

Boa parte da segunda metade da etapa inicial correu sem emoções, até que os minutos finais cortaram um pouco do marasmo. Jean Mota mandou para fora ao arriscar de longe, aos 35, e Rodriguinho respondeu aos 40, jogando para a linha de fundo após ficar cara a cara com João Paulo. O árbitro anulou o lance tricolor por impedimento, mas a posição era legal. Aos 45, foi a vez do goleiro Mateus Claus aparecer com grande defesa para evitar o gol de Marinho.

O que faltou de emoção no primeiro tempo foi entregue pelo Bahia em sete minutos na etapa final. O cronômetro marcava apenas 37 segundos de bola rolando quando Thaciano recebeu dentro da pequena área e apenas empurrou para abrir o placar.

Cerca de dois minutos depois, Patrick de Lucca recuperou a bola no meio de campo, acelerou a jogada e lançou Rossi, que avançou dentro da área e cruzou para trás. Mais uma vez, quem veio encontrar a bola foi Thaciano, agora um pouco mais de longe, mas balançado a rede novamente. O terceiro saiu aos sete, quando Juninho aproveitou cruzamento e marcou de cabeça.

Diante do baque de tomar tantos gols em tão pouco tempo, ficou muito difícil para o Santos esboçar alguma reação. O time até manteve a posse de bola durante o restante do segundo tempo, mas não conseguia coordenar jogadas no ataque, diante de um Bahia muito tranquilo para segurar o resultado.

Pelo Brasileirão, o Santos volta a campo no próximo sábado, quando recebe o Ceará, no estádio da Vila Belmiro, em Santos, a partir das 19 horas, pela segunda rodada. No mesmo dia, Bahia visita o Red Bull Bragantino no estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP), em duelo marcado para as 21 horas.

  • FICHA TÉCNICA
  • BAHIA 3 x 0 SANTOS
  • BAHIA - Mateus Claus; Renan Guedes, Conti, Juninho e Matheus Bahia; Patrick de Lucca (Jonas), Daniel (Matheus Galdezani) e Thaciano (Lucas Araújo); Rossi, Gilberto (Thonny Anderson) e Rodriguinho (Maycon Douglas). Técnico: Dado Cavalcanti.
  • SANTOS - João Paulo; Pará (Madson), Kaiky (Marcos Guilherme), Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Jean Mota e Gabriel Pirani; Marinho, Kaio Jorge (Marcos Leonardo) e Lucas Braga (Ângelo). Técnico: Fernando Diniz.
  • GOLS - Thaciano, aos 37 segundos e aos 3 minutos, e Juninho, aos 7 minutos do segundo tempo.
  • CARTÕES AMARELOS - Matheus Bahia, Patrick de Lucca e Rossi (Bahia); Kaiky e Marinho (Santos).
  • ÁRBITRO - Bruno Arleu de Araújo (RJ).
  • RENDA E PÚBLICO - Jogo com portões fechados.
  • LOCAL - Estádio de Pituaçu, em Salvador (BA).
Quero receber conteúdos exclusivos de esporte