Atlético de Madrid também reduz em 70% o salário de seus jogadores

Os jogadores do time principal também farão uma contribuição para ajudar a pagar o salário de outros 430 funcionários do clube

Legenda: Atlético de Madrid seguiu o exemplo do Barcelona
Foto: Foto: AFP

Assim como vários clubes pelo mundo têm feito nos últimos dias, o Atlético de Madrid anunciou, nesta quinta-feira, a redução de 70% no salário de seus jogadores para ajudar a aliviar o impacto econômico causado pela paralisação do futebol devido à pandemia de novo coronavírus.

O processo vai atingir jogadores do primeiro time masculino, do primeiro time feminino e do Atlético de Madrid B, enquanto durar a declaração do estado de emergência", relatou o Atlético de Madrid em comunicado, referindo-se à atitude do governo espanhol em confinar a população até 11 de abril.

Os jogadores do time principal também farão uma contribuição para ajudar a pagar o salário de outros 430 funcionários do clube. "Para possibilitar, a primeira equipe contribuirá com metade do valor necessário e os membros do Comitê de Gestão do clube, composto pelo CEO e pelos diretores das diferentes áreas, a outra metade", acrescentou o clube, sem especificar nomes.

O Atlético lembra que as medidas são tomadas com o objetivo de "salvaguardar a viabilidade econômica do clube", buscando "minimizar ao máximo o efeito da mesma sobre os salários de seus funcionários".

O Atlético seguiu o mesmo caminho do Barcelona, que na segunda-feira também rreduziu o salário de seus atletas em 70% até o fim da pandemia. Com isso, o clube catalão vai economizar cerca de 14 milhões de euros (R$ 80 milhões) por mês apenas com o time principal, além de outros dois milhões de euros de descontos nas demais seções profissionais do clube.


Categorias Relacionadas