Atacante da Seleção Brasileira, Cristiane anuncia saída do São Paulo

Jogador foi a principal contratação a equipe são-paulina feminina para o ano passado

Legenda: Atacante não permanece na equipe paulista nesta temporada.
Foto: Foto: Divulgação / Instagram

Principal contratação do São Paulo para seu time feminino em 2019, a atacante Cristiane anunciou que não ficará na equipe nesta temporada. A palavra que define minha trajetória no clube é gratidão, disse a maior artilheria do Brasil em Jogos Olímpicos (14 gols), em uma postagem no Instagram.

"Foi incrível voltar a sentir a energia da torcida brasileira de perto. Ver estádios cheios, transmissões em TV aberta e a torcida comparecendo nos jogos é um grande incentivo para nós atletas e para a modalidade como um todo", disse a atacante, que agradeceu ao clube por ter ajudado em seu retorno ao Brasil.

View this post on Instagram

Quem acompanhou o futebol feminino em 2019 sabe o quanto este ano foi especial para a modalidade. Ele também trouxe mudanças muito significativas para a minha carreira, as quais grande parte estão relacionadas ao São Paulo FC. Gostaria, então, de começar agradecendo o São Paulo por confiar no meu trabalho e proporcionar meu retorno ao Brasil. Foi incrível voltar a sentir a energia da torcida brasileira de perto. Ver estádios cheios, transmissões em TV aberta e a torcida comparecendo nos jogos é um grande incentivo para nós atletas e para a modalidade como um todo. Além disso, contribuir com a equipe no acesso a série A1 do Brasileiro e jogar a final do Campeonato Paulista no Morumbi são coisas que ficarão pra sempre em minha memória. Foi um prazer indescritível jogar essa final dentro da casa do Tricolor! A palavra, portanto, que define minha trajetória dentro do SPFC é gratidão. À toda diretoria do clube, às atletas/ parceiras, a quem desejo todo o sucesso, aos funcionários e assessoria de imprensa, sempre muito carinhosos e respeitosos comigo. A todas as marcas que contribuíram de alguma forma. A essa imensa e incrível torcida e a todos que convivi ao longo dessa temporada. Agradeço também por fazer parte do retorno do São Paulo FC ao futebol feminino, modalidade que agora tem como data oficial dentro do clube o dia 14/1, data em que me apresentei ano passado. Este ano, porém, como vocês já devem saber, os caminhos serão outros, sempre com intuito de contribuir o máximo possível pela evolução do futebol feminino no Brasil. A modalidade dentro do país está evoluindo, mas ainda há muito a ser feito. Por fim, obrigado à toda torcida Tricolor, foi uma honra vestir essa camisa. Em frente!

A post shared by Cristiane Rozeira (@crisrozeira) on

Ela ainda não anunciou qual será o seu destino, mas a tendência é de permanência no futebol nacional. Em 2019, o futebol feminino no país teve um impulso, não só pela presença de jogadoras conhecidas internacionalmente, como Cristiane, mas também com mais jogos transmitidos na TV e consequente visibilidade.

"O São Paulo me apresentou um projeto bem bacana, bem estruturado. E eu estou aqui para ajudar a desenvolver o futebol feminino no Brasil e fazer a modalidade andar ainda mais", disse a atleta à coluna da Mônica Bergamo, na Folha, após ser anunciada pelo time do Morumbi.

A atacante chegou em janeiro do ano passado e, com o São Paulo, alcançou a final do Campeonato Paulista, a final da Série A2 do Brasileiro e conseguiu o acesso à Série A1. Durante a temporada, sofreu com lesões, mas também voltou a ser convocada para a Seleção Brasileira, no segundo semestre.

"Neste ano, porém, como vocês já devem saber, os caminhos serão outros, sempre com intuito de contribuir o máximo possível pela evolução do futebol feminino no Brasil. A modalidade dentro do país está evoluindo, mas ainda há muito a ser feito", completou a jogadora.

Essa não é a primeira jogadora que o São Paulo perde para a temporada 2020 do futebol feminino. Também deixaram o clube a meia Ary e a atacante Ottilia, ambas rumo ao Palmeiras, e a atacante Valéria, que foi para a Espanha.

A equipe também anunciou oito reforços. As atacantes Glaucia (eleita a melhor da posição no Brasileiro), Duda (convocada para a seleção no fim de 2019), Mirla, Kamilla e Ana Caroline; a lateral Dani; a zagueira Gislaine e a goleira Thais Helena.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?