Argentina atropela México nos EUA com hat-trick de Lautaro Martínez

Sem Lionel Messi, equipe venceu o rival mexicano por 4 a 0, em amistoso disputado nesta quarta-feira (11)

Legenda: Com 33 minutos de partida, a Argentina já vencia por 3 a 0
Foto: Foto: divulgação

Mesmo sem contar com Lionel Messi e várias outras estrelas, a Argentina atropelou o México em amistoso encerrado no início da madrugada desta quarta-feira (11), em San Antonio, nos EUA. Com hat-trick de Lautaro Martínez e outro de Leandro Paredes, todos marcados no 1º tempo, a equipe dirigida por Scaloni aplicou 4 a 0 no rival com grande facilidade.

O jogo

Atuando diante de uma seleção mexicana escalada de maneira muito ofensiva pelo técnico Gerardo Martino, que é argentino, e ajudada por trapalhadas cometidas pelos defensores da equipe, a Argentina abriu 3 a 0 no placar em apenas 33 minutos. O primeiro gol marcado por Lautaro Martínez, atacante da Inter de Milão, saiu aos 17, quando ele conseguiu se livrar da marcação de três defensores e finalizou de perna esquerda para as redes.

O segundo gol veio pouco depois, aos 22 minutos, desta vez com Exequiel Palacios aproveitando nova bobeada mexicana na marcação e dando assistência para Lautaro receber livre pelo lado esquerdo da grande área e chutar cruzado para vencer o goleiro Ochoa. Se a situação do México estava difícil, ficou ainda mais complicada em seguida com Salcedo cometendo um pênalti. O juiz assinalou a penalidade, que Paredes cobrou para fazer 3 a 0, aos 33.

A desastrosa atuação da retaguarda mexicana ganhou um novo capítulo aos 39 minutos, quando Edson Álvarez perdeu uma bola no meio-campo e Palacios acionou Lautaro na frente. O atacante levou a melhor sobre Araujo no mano a mano e depois arrematou para decretar o 4 a 0.

Na etapa final, com o placar confortável, a Argentina voltou para o campo com Dybala no lugar de Lautaro, e Lionel Scaloni testou vários outros jogadores ao promover diversas modificações neste amistoso, mas o placar seguiu mesmo no placar de 4 a 0.


Categorias Relacionadas