Após empate com o Bahia, Zé Ricardo avalia que Fortaleza necessita reforço no setor defensivo

Técnico tricolor lamentou não terem chegado à meta de 24 pontos para o fim do 1º turno e projetou confronto complicado contra o Palmeiras

Legenda: Zé Ricardo avaliou o empate como um "bom espetáculo" e comemora atuação de seus atletas: "Conseguimos no primeiro tempo fazer tudo aquilo que planejamos"
Foto: Foto: Kid Junior

O empate em 1 a 1 com o Bahia neste domingo (15) não foi de todo ruim para o técnico do Fortaleza, Zé Ricardo. O resultado na Arena Fonte Nova fechou o 1º turno do Brasileirão deixando o time cearense em 14º na tabela, a 4 pontos do Z-4. Para o comandante tricolor, os 45 minutos iniciais foram o destaque positivo da atuação de sua equipe.

"Conseguimos no primeiro tempo fazer tudo aquilo que planejamos. É um ponto que não podemos desprezar. A intenção era mantermos mais a linha alta. O jogo foi bem disputado e, para quem viu, acredito que viu um bom espetáculo. As duas equipes dentro das causas propostas conseguiram propiciar uma boa partida", disse o treinador.

Zé Ricardo mudou o esquema, voltando ao 4-4-2 usado por Rogério Ceni, com Romarinho e Felipe Pires pelas pontas. Osvaldo e Wellington Paulista podiam flutuar pela faixa central e tabelar com os meias para puxar o contra-golpe. O desempenho dentro do treinado foi motivo de comemoração para o treinador.

"A ideia é manter o Osvaldo mais próximo do W. Paulista pra gente criar um espaço das nossas linhas com os volantes e os quatros homens de frente pra gente usar a velocidade . Tentar empurrar a defesa do Bahia para trás. Acabou dando certo boa parte do primeiro tempo. Vale o ponto e vale destacar a boa perspectiva pra gente. Nossa equipe tem um viés ofensivo, a equipe foi criada com essa perspectiva. Agora é trabalhar, descansar e mostrar para os jogadores que podemos jogar bem, equilibrados", avaliou Zé, que completou 1 mês à frente do Leão do Pici nesta semana.

Legenda: Fortaleza teve o meio campo dominado no segundo tempo, faltando cadência para armar jogadas
Foto: Foto: Felipe Oliveira/Bahia EC

O técnico do Tricolor tem somente uma vitória em 6 partidas e considera que o elenco precisa ser reforçado para o 2º turno do Campeonato.

Cheguei no clube com um planejamento já em andamento, e a carência detectada pelo clube são jogadores de defesa. Há a necessidade de trazer mais dois ou mais três jogadores. Se a gente achar que for um jogador bom, se houver essa percepção, acredito que a gente já tenha mais um jogador fazendo parte do nosso elenco", acredita Zé Ricardo.

O próximo adversário do Fortaleza é o Palmeiras neste domingo, às 16h, pela 20ª rodada. O técnico espera começar o turno final da elite brasileira com vitória, embora não conte com dois de seus titulares para o embate na Arena Castelão.

"Nossa ideia era terminar com 24. Terminamos com dois pontos a menos. Vamos tentar recuperar no próximo jogo. Sabemos que é uma pedreira. Não conto com Wellington e nem com Felipe Pires que pertence ao clube paulista. A gente vai trabalhar em cima das opções que temos. De certo, será um jogo extremamente difícil. Palmeiras é vice-líder e vem de três vitórias seguidas. A gente tem nosso objetivo. Quanto mais a gente se manter afastado da zona de rebaixamento, melhor", falou o comandante do Leão.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte