Após eliminação, Ceni lamenta: "Aos 47 se ganha com gol de Cassiano e aos 47 se perde"

Técnico do Fortaleza afirmou que o foco de 2020 é a disputa da Série A do Campeonato Brasileiro

Legenda: Ceni relembrou o gol de Cassiano do Fortaleza, que foi aos 47 do 2º tempo
Foto: Foto: Camila Lima / SVM

O Fortaleza até venceu o Independiente, mas foi eliminado da Copa Sul-Americana nesta quinta-feira (28). Na Arena Castelão, o time marcou duas vezes, o suficiente para avançar, e caiu com gol contra de Bruno Melo aos 47 do 2º tempo. Em coletiva, o técnico Rogério Ceni não escondeu o abatimento com a queda na 1ª fase do torneio continental.

"Um time que jogou muito melhor na Argentina. Aqui foi uma aula de futebol, mas aos 47 se ganha com gol de Cassiano e aos 47 se perde em uma eliminação. Mas a vida é assim, é do futebol", destacou o comandante ao relembrar o gol do atacante ex-Fortaleza que impediu o penta estadual do Ceará em 2015.

O resultado, no entanto, não é avaliado como trágico para a diretoria tricolor. No plano de metas, a participação na Sul-Americana era um bônus avaliado como positivo em qualquer avanço de fase. Ceni ressaltou que o foco de 2020 é a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro.

"O Fortaleza tem um caminho, que é se manter na Série A do Campeonato Brasileiro, para que possa, se não tiver um investimento externo, tentar construir seu CT e ter um faturamento maior do que teve no último ano", finalizou.

Para a temporada, o clube anunciou projeção orçamentária de R$ 109 milhões. A reapresentação da delegação é na sexta (29), com atividade no turno da tarde no CT Ribamar Bezerra, em Maracanaú. O Leão entra em campo no domingo (1º), às 16 horas, contra o Barbalha, pelo Campeonato Cearense.