Após boa atuação, Guto tem chance de consolidar formação no Vovô

Contra o CRB, em seu 4º jogo pelo Ceará, técnico Guto Ferreira achou uma formação que deu liga, e hoje contra o Vitória, tem a chance de repetir o plano tático ou fazer mais mudanças em busca da classificação para as semifinais

Legenda: O Ceará tem desafios crescentes na temporada e a equipe vem encaixando após mudanças na escalação
Foto: FELIPE SANTOS/CEARASC.COM

Achar uma formação ideal, o chamado encaixe de uma equipe é o sonho de consumo de todo treinador. E para quem inicia um trabalho, então, essa busca pode demorar, ser complicada em meio à necessidade de resultados imediatos, com tantos jogos decisivos.

No Ceará, o técnico Guto Ferreira tem vivido esta situação, definindo vagas para as finais de competições, como Estadual e Copa do Nordeste, tendo que encontrar uma formação que encaixe. No seu 4º jogo no comando do Alvinegro, Guto conseguiu que a equipe rendesse mais, na vitória por 2 a 1 diante do CRB, levando-o para as quartas de final da Copa do Nordeste.

"Já fiquei mais satisfeito. Sei que essa equipe pode produzir mais. Vamos trabalhar para isso. Tivemos o controle praticamente da partida toda. Já houve um avanço em relação a outras partidas", afirmou o técnico após o triunfo no Barradão.

E para hoje, contra o Vitória, em Pituaçu, às 16 horas, que vale uma vaga nas semifinais, é repetir a formação que deu certo ou mudar?

Encaixe

Na formação, sua equipe teve intensidade, marcação alta e maior encaixe ofensivo. Tudo pela troca de peças.

Com a entrada de Fernando Sobral em um dos extremos do campo, o Vovô ganhou força física e velocidade, já que apenas com Rick na esquerda, a equipe ganhou profundidade ofensiva.

E com um centroavante de ofício como Cleber, as jogadas de ataque fluíram mais, por ele prender a bola, fazer a parede (ou pivô), além de incomodar os zagueiros rivais.

No meio, Vinícius jogou centralizado, já que Felipe Silva está contundido. Assim, o "Vina" correspondeu e pode continuar rendendo bem mais solto e sem voltar tanto para marcar, como fazia nas pontas.

Assim, Guto tem tudo para manter a formação tática, já que repetir a escalação é impossível, pois Samuel Xavier está suspenso por acúmulo de cartões amarelos. Mas Eduardo entrando na função não muda taticamente a equipe.

O que deve estar mais dando dor de cabeça para Guto Ferreira é a volta de Sóbis. Não que o atacante possa piorar a equipe, já que é uma referência técnica e um dos artilheiros da equipe. Mas onde encaixá-lo? E no lugar de quem? No comando de ataque no lugar de Cléber, na função de Fernando Sobral ou centralizado no lugar de Vinicius? Isso só Guto pode responder, e dificilmente deixaria uma estrela como Sóbis no banco.

Assim, contra o Vitória, um adversário que o Vovô já venceu este ano, pelo jogo de ida da 3ª fase da Copa do Brasil, na Arena Castelão, por 1 a 0, gol de Sóbis, Guto tem um dilema e precisa vencer para avançar às semifinais da competição regional. Um empate leva a decisão para os pênaltis.

"O Vitória vem melhor do que no ano passado. Na Copa do Nordeste, fez boas partidas. O Ceará já o venceu, mas foi em outro momento. Tem peças interessantes, briga muito. É hora de pensar que temos que nos firmar cada vez mais, amadurecermos como equipe para seguirmos firmes e fortes e ultrapassando etapas", disse o treinador.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?