Aos 44 anos, Magno Alves segue jogando e quer voltar ao futebol cearense: "dou um caldo"

O atacante participou de dez jogos pelo Atlético de Alagoinhas e marcou quatro gols

magno
Legenda: Magno Alves estava no Atlético de Alagoinhas e foi um dos destaques do Campeonato Baiano
Foto: Divulgação/Atlético de Alagoinhas

Ele foi artilheiro onde passou e acumulou títulos por várias camisas. Ídolo do Fluminense e do Ceará, com jogos pela Seleção Brasileira e diversos clubes do exterior, o experiente atacante Magno Alves segue na ativa. Aos 44 anos, ele não pensa em aposentadoria e mostra muita disposição para seguir jogando por um bom tempo.

A prova é que foi peça importante no Atlético de Alagoinhas, vice-campeão do Campeonato Baiano, que perdeu o título para o Bahia, nos pênaltis. Magno marcou quatro gols no torneio e foi o artilheiro da equipe.

"As pessoas achavam que não era possível. Eu não preciso provar nada pra ninguém, e mesmo aos 44 anos, ainda dou um caldo. É o cuidado, profissionalismo. Não é só a questão de ser profissional dentro de campo, mas também fora de campo. Ainda não chegou aquele momento de dizer "para, cara". Ainda não tive esse desejo de parar", disse o Magnata, em entrevista ao programa Debate Jogada, do Sistema Verdes Mares.

Livre no mercado, após o fim do contrato com o Atlético de Alagoinhas, Magno falou ainda sobre um possível retorno ao futebol cearense, algo que seria muito positivo, tendo em vista que possui família no Estado.

"Se fala de estabilidade, e hoje a minha residência é aí (no Ceará). Minha esposa é daí, meus filhos, então sem dúvidas seria uma boa sim. Hoje em dia, ficar longe de casa...claro que futebol tem essa questão da renúncia, mas não deixaria de ser uma boa. Seria legal. Quem sabe, a gente tá bem aberto a uma possibilidade no Estado do Ceará".

VEJA ENTREVISTA COMPLETA COM MAGNO ALVES

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?

Assuntos Relacionados