Antero Neto: final entre Ceará e Bahia é o "jogo da inteligência"

Narrador e apresentador do Sistema Verdes Mares fala sobre a final do Regional

Guto Ferreira, técnico do Ceará, já cravou: "temos que jogar muito melhor para sermos campeões". É claro que, na declaração do treinador, há respeito, manutenção do foco e competitividade. 

Guto jamais chegaria aos microfones e diria que o ceará já papou o título. Mas o "Gordiola" sabe que, se o Ceará jogar como vem jogando, vai ser campeão. E isso não é só pela vantagem no placar, mas pela postura em campo. 

> Veja mais notícias sobre a final do Nordestão 2020

Aí é onde entra o grande mérito do treinador. Guto entendeu como deveria jogar, como ser competitivo. Ele, ao mesmo tempo, olhou para si e para os adversários. 

O Ceará é um time que transpira e inspira pela entrega. Cléber, Fernando Sobral, Charles, Fabinho, Samuel Xavier são alguns exemplos. O grande comentarista Wilton Bezerra sempre diz: não existe esquema de jogo sem jogadores. Então, podemos dividir os méritos até aqui. 

Pela forma como jogou nos últimos jogos não acho que o ceará entrará em campo com o clima de já ganhou. O time está com uma mão na taça e os dois pés no chão.

Você tem interesse em receber mais conteúdo de esporte?