A pedido de Lisca, auxiliar Marcelo Rospide é demitido do Ceará

Rospide chegou ao Ceará no fim de 2018, para integrar a comissão técnica na luta contra o rebaixamento

Auxiliar de Lisca desde agosto de 2018, quando o técnico foi contratado pelo Ceará para evitar o rebaixamento para a segunda divisão, Marcelo Rospide não faz mais parte do quadro de funcionários do clube alvinegro. Ele foi desligado, nesta quinta-feira (21), depois de um pedido do treinador. Procurado, o técnico Lisca negou que a demissão de Rospide tenha sido a pedido seu. As informações foram postadas pelo Uol Esportes e confirmadas pelo Sistema Verdes Mares. 

Segundo apurou a reportagem, a decisão pegou todos de surpresa justamente pelo fato de Rospide ser querido no elenco, no clube e ter feito um bom trabalho na última semana, quando assumiu o comando da equipe enquanto Lisca fazia cursos na CBF.

Marcelo Rospide, inclusive, foi o técnico do Ceará no empate por 1 a 1 contra o Vitória, no último sábado (26), pela Copa do Nordeste. No jogo seguinte, porém, Lisca pediu para tirá-lo do comando, e foi Márcio Hahn quem esteve à frente do banco de reservas na vitória por 3 a 0 sobre o Guarany de Sobral, na quarta-feira (20), pelo Campeonato Cearense.

Técnico do Vovô, Lisca foi demitido do Paraná em 2017, após ser acusado de agredir auxiliar técnico.

O Ceará volta a campo no domingo (24), para mais um jogo válido pelo Estadual. Líder da competição com três vitórias em três jogos, o time de Lisca encara o Barbalha, no estádio Domingão, em Horizonte, às 17h.

Quero receber conteúdos exclusivos de esporte