Edina Alves se tornará 1ª mulher a apitar clássico entre Corinthians e Palmeiras

"Não é fácil estar à frente porque pode respingar em quem vem atrás", disse a árbitra

Legenda: Edina tem experiência também em mundiais sub-17
Foto: Ailton Cruz/Divulgação CBF

A árbitra paranaense Edina Alves se tornará nesta quarta-feira (3) a primeira mulher a apitar um clássico entre Corinthians e Palmeiras.

O dérbi, que será disputado na Neo Química Arena, às 19h, vale pela segunda rodada do Campeonato Paulista.

Edina esteve no último Mundial de Clubes, no Qatar, torneio no qual também se tornou a primeira mulher a chefiar um trio de arbitragem em uma competição masculina da Fifa. Com a companhia da auxiliar Neuza Nack, ela apitou o duelo pelo quinto lugar entre o anfitrião Al Duhail e o Ulsan Hyundai, da Coreia do Sul.

"Não é fácil estar à frente porque pode respingar em quem vem atrás. Se você vai mal, cai tudo por terra. Todo mundo vai dizer 'ah, mulher não aguenta' ou 'mulher não tem capacidade'", disse a árbitra, em entrevista em janeiro deste ano, pouco antes da competição.

"Com isso vem a responsabilidade de saber que depende de mim também o crescimento da arbitragem feminina", afirmou.

Em 2019, a paranaense participou do quadro de árbitros e árbitras que trabalharam na Copa do Mundo feminina, na França. A brasileira foi a responsável por arbitrar quatro partidas, incluindo a semifinal entre Estados Unidos e Inglaterra.

Também em 2019, Edina Alves quebrou um hiato de 19 anos sem que uma árbitra apitasse um jogo de Série A do Campeonato Brasileiro. Na ocasião, trabalhou em CSA x Goiás e, desde então, vem ganhando destaque na arbitragem de elite do futebol nacional.


Assuntos Relacionados