Aromaterapia: conheça os benefícios dos óleos essenciais extraído das plantas

O tratamento natural utiliza o aroma de diversos óleos essenciais e ajuda a promover o bem-estar físico e mental

Aromaterapia: conheça os benefícios dos óleos essenciais extraído das plantas.
Legenda: Aromaterapia: conheça os benefícios dos óleos essenciais extraído das plantas.
Foto: Reprodução

Você já sentiu um cheiro que te trouxe memórias afetivas, seja uma lembrança da infância ou algum momento marcante? Isso ocorre por meio do olfato que manda mensagem para uma parte do cérebro, responsável pelas emoções. O aroma tem o poder de estimular sensações e sentimentos e é assim que a aromaterapia se baseia. Você conhece essa técnica? A SISI te explica como funciona e quais são os principais benefícios. 

A aromaterapia é uma terapia holística que proporciona o bem-estar do corpo e da mente por meio do uso de compostos aromáticos encontrados nas plantas. De acordo com Rafa Frota, 45 anos, especialista em óleos essenciais, o tratamento natural ajuda a recuperar o equilíbrio e a harmonia do organismo. Já para Papola Porro, 49 anos, apaixonada pela natureza e especialista em óleos essenciais, afirma que, se usado de forma correta, os óleos trazem equilíbrio para as emoções e uma qualidade de vida melhor.  

Os benefícios da aromaterapia são inúmeros. Para as especialistas, o tratamento com óleos essenciais pode promover melhora nas dores emocionais e físicas, como problemas digestivos, hormônios desregulados, problemas de TPM ou em períodos da menopausa. Bem como, ajuda nas defesas naturais do corpo, auxilia a concentração e o desenvolvimento cognitivo, alivia situações de estresse, ajuda a diminuir a irritação e a ansiedade e proporciona melhoria no sono, no desanimo e no humor. 

Rafaela Scienza, 33 anos, administradora, conheceu a aromaterapia há cerca de um ano, durante a gravidez do segundo filho, no período de quarentena do ano passado. “Para mim, a melhora da ansiedade acho que é um dos pontos mais perceptivos, principalmente em um momento como esses que estamos vivendo, nos abstendo de tantas coisas. Mas isso é apenas um dos pontos que eu poderia citar, pois acho que houve uma melhora em diversos aspectos como concentração, imunidade e estabilidade emocional”, afirma.    

As formas de uso 

De acordo com Rafa Frota e Papola Porro, os óleos essenciais podem ser usados por três diferentes formas: aromática, tópica e por meio da ingestão. 

A forma aromática, ocorre com o uso por meio da inalação via oral do óleo essencial. “Pode ser inalado diretamente do frasco, pode colocar uma gota de óleo na palma da mão e esfregar. Outra opção: coloque duas ou três gotas de óleo essencial no piso do banheiro durante o banho ou inale também através de difusores pessoais ou de ambientes”, sugere Rafa Frota. 

Rafa Frota.
Legenda: Rafa Frota.
Foto: Arquivo pessoal.

Na forma tópica, o óleo essencial é aplicado sobre a pele. Papola Porro ainda afirma a necessidade de saber a procedência e a pureza do produto, pois não há uma regulamentação estabelecida, o que possibilita possíveis contaminações. Além disso, é necessário ter cuidado ao colocá-lo em contato com a pele pois pode causar reações alérgicas. “A gente dilui normalmente com o óleo carregador (óleo vegetal usado para diluir os óleos essenciais) para usar topicamente. A não ser que você tenha que fazer uso pontual, como uma picada, machucado ou queimadura. Pode ser usado em alguns pontos de aplicação como na planta dos pés, palmas das mãos, nuca, costas”, afirma.   

Papola Porro.
Legenda: Papola Porro.
Foto: Arquivo pessoal.

Por fim, pode ser realizado por meio da ingestão dos óleos essenciais. Rafa Frota aconselha cautela ao ingerir. “Ao ingerir um óleo essencial temos que ter muito cuidado. Apenas ingerir óleos de qualidade sem contaminantes, enchimentos, pesticidas ou fragrâncias. Preferir óleo essencial 100% natural”, diz. 

Rafaela Scienza utiliza de forma aromática e tópica no seu dia a dia. À noite, ela usa os óleos em difusores e aplica topicamente para tranquilizar o corpo e a mente e promover um sono reparador. Já durante o dia, a administradora prefere usar em algum local específico como antes e depois da prática de exercícios físicos pois, ajuda no aumento da capacidade respiratória, promovendo melhores resultados. Além de ser possível também a utilização em caso de dores musculares.  

“A utilização dos óleos é muito ampla, existem óleos específicos para uma infinidade de desordens que nosso corpo possa estar passando”, comenta Rafaela Scienza.  

Além de usar para benefício próprio, Rafaela passou a incentivar familiares de convívio diário. Uma das usuárias é sua filha de apenas 2 anos e 10 meses que apresentava problemas para dormir. “Já percebemos melhoras significativas no sono e na própria concentração das atividades da nossa filha. Ela já sabe quais óleos usar quando está estressada ou quando é hora de dormir, por exemplo. É muito legal, pois ajuda a criança a também entender o que está sentindo”, afirma.  

Rafaela Scienza e seus filhos: Lis e Bento.
Legenda: Rafaela Scienza e seus filhos: Lis e Bento.
Foto: Arquivo pessoal.

Óleos essenciais mais usados 

Baseada nas informações das especialistas Rafa Frota e Papola Porro, a SISI preparou um informativo com os óleos essenciais mais usados, os principais benefícios e as melhores formas de uso. O indicado é escolher o óleo essencial que mais tem a ver com o momento. 

Óleos essenciais mais usados.
Legenda: Óleos essenciais mais usados.
Foto: Arte: Danilo Floretino - SISI

O tratamento natural pode ser usufruído por todos, sem exceção. Rafaela Scienza ainda ressalta a importância da disseminação da terapia. “Se todos tivessem o conhecimento dos óleos essenciais, teríamos uma melhora no bem-estar e na saúde de pessoas que se veem refém de medicamentos que muitas vezes podem causar até malefícios à saúde”, completa.   

A aromaterapia gera uma conexão com o corpo e mente trazendo benefícios à saúde física e mental. Papola Porro enfatiza a reconexão com a natureza, com a família e amigos. “A gente começa a usar e quer que as pessoas se beneficiam também. É um mundo lindo, eu deveria ter conhecido há mais tempo. É super apaixonante”, ressalta.  

Rafa Frota, por sua vez, afirma que o tratamento natural desperta o autocuidado. “O que encanta na aromaterapia é que faz você se observar, se conhecer para saber a sua necessidade naquele momento. Os óleos essenciais são um suporte a saúde e devem ser usados diariamente fazendo parte da sua rotina diária”, afirma.   


Assuntos Relacionados