Silvio Santos está devendo cerca de R$ 2 milhões em IPTU atrasado, diz revista

O valor foi identificado em processo da Prefeitura Municipal de Guarujá referente a hotel de propriedade do apresentador

Legenda: Em resposta, a assessoria do Grupo Silvio Santos informou que não se pronunciaria sobre o caso
Foto: reprodução/SBT

Um processo da Prefeitura Municipal de Guarujá, na Baixada Santista, cobra IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) de mais de R$ 2 milhões de Silvio Santos, apresentador e dono no SBT. A informação foi confirmada pela revista Quem nesta terça-feira (2), revelando que o hotel Sofitel Guarujá Jequitimar, na Praia de Pernambuco, propriedade dele, está com o imposto em atraso.

O processo, que corre na Vara da Fazenda Pública no Foro de Guarujá, aponta dívida de R$ 2.015.887,34 por parte de Senor Abravanel, nome de batismo do apresentador. O valor seria referente ao período entre abril e dezembro de 2020, apesar de o local ter ficado com atividades suspensas de março até agosto do ano passado.

Ainda segundo a Quem, que teve acesso ao processo do Tribunal da Justiça do Estado de São Paulo, o empresário ainda não foi notificado sobre o caso. O imóvel está sob a administração da empresa Accor, parte do Grupo Silvio Santos. 

Patrimônio

De acordo com levantamento feito pela revista Forbes em 2020, Silvio Santos é a 179ª pessoa mais rica do Brasil, com um patrimônio estimado em R$ 1,9 bilhão.

Silvio já chegou a ocupar o 59º lugar da lista, em 2013, quando possuía riqueza estimada em R$ 2,67 bilhões.

Em resposta à publicação da Quem, a assessoria informou que o Grupo Silvio Santos não iria se pronunciar sobre a denúncia