Girls Aloud planeja show de caridade em homenagem a Sarah Harding

Artistas querem fazer tributo beneficente para arrecadar fundos a entidades de câncer

Escrito por Marcelo Monteiro, marcelo.monteiro@svm.com.br

Zoeira
Integrantes do grupo Girls Aloud em evento
Legenda: Grupo foi formado em programa que originou o Rouge na versão brasileira
Foto: Alexandra Glen/Shutterstock

O grupo britânico Girls Aloud, que planejava retorno comemorativo de 20 anos de formação, está com novos planos após a morte da integrante Sarah Harding. Agora, conforme o portal The Sun, as artistas remanescentes querem fazer um tributo em honra da cantora, vítima de câncer de mama.

A ideia, segundo insiders da música Pop, é inspirada em parte pelo show "Stand Up To Cancer", do grupo The Wanted. A banda se reunirá no próximo dia 20 de setembro em concerto beneficente para pesquisas sobre a doença, que acometeu o integrante Tom Parker.

"É agridoce, é claro. Todas elas já passaram pelas notícias mais devastadoras, que estão além do trágico", disse uma fonte à publicação. "Mas, quando for na hora certa, elas amariam ver um show em memória de Sarah".

Conforme a publicação, a comemoração de duas décadas passou a ser discutida após Sarah receber o diagnóstico, o qual apontava a necessidade de comprometimento total da cantora com o tratamento. Com o falecimento dela, as demais integrantes do grupo buscam arrecadar valores para entidades de câncer.

A fonte acrescentou que seria "imensamente emocionante" para todos os envolvidos e parece um plano maravilhoso de ser feito depois da espera dos fãs por uma reunião entre as artistas.

"Elas amavam a energia de Sarah e seu gosto por tudo, então isso teria que ser feito com esse espírito. E se pudesse arrecadar algum dinheiro para caridade também, melhor ainda".

Morte de Sarah Harding

Foto de Sarah Harding em preto e branco, publicada em comunicado de falecimento
Legenda: Cantora soube pelo médico que não estaria viva no Natal deste ano
Foto: reprodução/Instagram

O falecimento da cantora ocorreu no último dia 5 de setembro e foi comunicado pela mãe da artista no Instagram. Sarah Harding anunciou, em agosto de 2020, o diagnóstico da doença, já em fase de metástase (espalhando-se para outros órgãos).

Comunicado de Sarah Harding sobre câncer de mama
Legenda: Cantora divulgou comunicado sobre estado de saúde em agosto de 2020
Foto: reprodução/Instagram

Neste ano, em março, ela relatou, em um memorial chamado "Hear Me Out", publicado em parte no jornal The Times, uma declaração do médico que a acompanhava no tratamento. Em dezembro de 2020, o profissional disse que aquele Natal seria o último dela.

"[Estou] tentando viver e aproveitar cada segundo da minha vida, por mais longo que seja", declarou ela à publicação, conforme o portal The Guardian.

A artista ficou famosa em 2002 após ser uma das vencedoras do programa "Popstars: The Rivals". Além dela, Cheryl Tweedy, Nicola Roberts, Nadine Coyle e Kimberley Walsh ganharam a atração, cuja versão brasileira deu origem aos grupos Rouge e Br'Oz.

O grupo emplacou 20 singles seguidos no Top 10 das paradas britânicas, dos quais quatro chegaram ao primeiro lugar durante o período de atuação do grupo, terminado em 2013.

Após a separação, Harding ainda lançou um EP, participou de uma série e apareceu em alguns reality shows, chegando a vencer um deles, o "Celebrity Big Brother" — versão do programa apenas com pessoas famosas — em 2017.