Bráulio Bessa declama poema após receber vacina contra a Covid-19 no Ceará; assista

Cearense falou sobre "matança" e "conscientização" para todos tomarem imunizantes

Bráulio Bessa declamou poeta após tomar primeira dose de vacina
Legenda: Bráulio Bessa declamou poeta após tomar primeira dose de vacina
Foto: Reprodução/Instagram

O  poeta e escritor Bráulio Bessa foi imunizado com a primeira dose da vacina contra a Covid-19, nesta quinta-feira (22). A vacinação aconteceu na cidade do Eusébio (CE) — Região Metropolitana de Fortaleza. Após a profissional retirar a agulha do braço do cearense, ele declamou um poema. 

"Viviane aplicou uma dose de esperança. Tome a vacina também por amor por segurança. Pois se não for desse jeito não acaba essa matança. Pra quem não crê na ciência e não lhe da importância, pra quem carrega no quengo uma mente sem sustância, tá fadada a triste sina de esperar a vacina pro vírus da ignorância", declamou Bráulio Bessa.

Assista:

Em uma hora publicado, o vídeo contou com mais de 300 mil visualizações e 2,3 mil curtidas.

Poeta foi internado por Covid-19 

Bráulio Bessa, 35, apresentou complicações da Covid-19 sendo internado em um hospital em Fortaleza, no dia 25 de maio deste ano. Em decorrência da baixa saturação de oxigênio, Bráulio Bessa chegou a ir para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Apresentando melhoras, ele foi transferido para um leito, mas ainda não há previsão de alta.

Avanço na vacinação

A cidade de Eusébio avança na faixa etária da Vacinação contra a Covid-19. Nesta quinta-feira, foi iniciado a inclusão da população geral a partir de 35 anos e a previsão é de seguir imunizando o grupo pelas próximas duas semanas, de acordo com as doses recebidas. 

A vacinação acontece em todos os postos de saúde, de 8h às 15h. Para ser imunizado, basta ser levado RG, CPF, comprovante de residência do Eusébio, cadastro no Saúde Digital, cartão do SUS e cartão de vacinação.