Juliana Bonde revela ter sido ameaçada de morte durante assalto à casa da família

Imóvel fica localizado no interior de São Paulo. Criminosos levaram dinheiro e equipamentos da artista

Juliana Bonde chorando enquanto relata assalto
Legenda: Cantora foi às lágrimas enquanto descrevia o ocorrido em vídeo
Foto: reprodução/Instagram

A cantora e influenciadora Juliana Bonde, vocalista da banda Bonde do Forró, revelou, em vídeo publicado nessa segunda-feira (23), ter sido assaltada na própria casa, no interior de São Paulo. O caso ocorreu no último sábado (21), e a artista chegou a ser ameaçada de morte.

Conforme Juliana, ela realizou, há cerca de um mês, o sonho de tirar o pai do trabalho de servente de pedreiro e comprar uma casa na zona rural para viver com ele e a mãe. Localizado em Juquitiba (SP), o imóvel fica afastado do convívio urbano. "Para chegar à minha casa, tinha de andar uns dez quilômetros de estrada de chão", diz, revelando as ameaças sofridas.

"Eu fui ameaçada de morte, eu e minha família. Agora, acho que a única forma de eu poder resolver alguma coisa é pedindo ajuda e falando. Eu tô cansada, cansada, cansada de ter que mudar de casa. Cansada", lamentou, indo às lágrimas em seguida.

Como o assalto ocorreu

A artista pontua que o pai estava morando em uma casa na parte de cima da propriedade, enquanto ela estava com uma tia na parte inferior. No sábado, por volta das 2h, ela foi surpreendida com uma movimentação na residência.

"Meu pai desceu gritando, falando que minha mãe tava passando mal. Começou a chutar a porta, e isso me assustou. Quando eu desci e abri uma porta, um homem já puxou o meu cabelo, colocou a arma nas minhas costas e mandou a gente entrar", relatou.

De acordo com a cantora, os criminosos levaram dinheiro que estava num cofre da casa. Além das quantias, equipamentos de trabalho da influenciadora, como câmeras, também foram tomados.

"O que foi pior é o trauma e a tristeza do meu pai", salienta ela. "Eu queria pedir muito ajuda, sei lá, a alguém pra fazer alguma coisa, porque eu fiz Boletim de Ocorrência, mas a gente sabe que essas coisas não andam, ninguém resolve nada".

Suspeita de proximidade

Com a voz embargada, Juliana Bonde afirma ter certeza de que os responsáveis pela ação são pessoas próximas a ela e à família. "Foi alguém muito próximo a mim, alguém próximo da casa mesmo, porque sabia de tudo: onde tava o dinheiro, onde tavam dormindo meu pai e minha mãe", asseverou.

Depois do ocorrido, a influenciadora apontou pensar em ir embora do País. "Não sei se vale a pena ficar arriscando a minha vida, a da minha família", lamentou, interrompendo-se e indo às lágrimas mais uma vez.

Sem dar mais detalhes sobre o caso ou a suspeita, a artista declarou não aguentar mais a situação de se mudar de casa, ficar se escondendo, sumir da internet e parar de trabalhar.

"Eu não sei se vou poder voltar a fazer show. Os próprios bandidos que chegaram lá em casa falaram que vieram pra me matar, pra tirar minha vida", afirmou, complementando: "Só quero ajuda, socorro, quero voltar a viver normal".

Quero receber conteúdos exclusivos do É Hit