Solicitação da taxa de isenção do Enem 2021 está disponível; veja como fazer

O prazo para solicitar termina no dia 28 de maio

Aplicativo do Enem
Legenda: Pedido de isenção para Enem 2021 pode ser realizado a partir desta segunda-feira (17)
Foto: Adobe Stock

Candidatos que queiram isenção da taxa de inscrição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 podem fazer o pedido a partir desta segunda-feira (17). O prazo para realizar a solicitação termina em 28 de maio.

Para fazer a solicitação, o estudante deve acessar a página do participante no site do Inep e iniciar a conversa que aparece na tela. Serão pedidos dados como CPF e data de nascimento.

Após a confirmação das informações, o estudante é encaminhado para outra tela em que precisa concordar que se encaixa no perfil da isenção e assim seguirá para outras etapas em que precisará confirmar mais dados, como endereço, por exemplo.

Págna do Inep para solicitar isenção da taxa de inscrição
Legenda: Candidato precisa responder algumas perguntas para solicitar a isenção no Enem
Foto: Reprodução

Depois da confirmação dos dados pessoais, o estudante será levado a preencher um questionário socioeconômico com 25 perguntas, para assim, poder concluir o pedido de isenção. 

Quem pode pedir isenção no Enem

Poderão deixar de pagar a taxa de inscrição pessoas que:

  • estejam matriculadas no último ano do Ensino Médio na rede pública em 2021;
  • tenham cursado o Ensino Médio inteiro em escolas públicas ou como bolsistas integrais em instituições privadas (nesse caso, a renda mensal familiar per capita deve ser igual ou inferior a 1,5 salário mínimo);
  • estejam em vulnerabilidade econômica inscritas no CadÚnico.

O resultado do pedido será divulgado em 9 de junho, segundo o cronograma. Em caso de negativa da solicitação, o candidato poderá recorrer entre os dias 14 e 16 de junho. A resposta ao recurso será enviada em 25 de junho.

Justificativa de ausência

Candidatos que conseguiram a isenção na última edição do Enem e não foram aos locais de prova devem justificar a ausência. Caso isso não seja feito, o candidato não terá direito a uma nova isenção neste ano.

Para justificar as ausências, os candidatos podem enviar:

  • Boletins de Ocorrência (para assaltos, furtos ou acidentes de trânsito na data do Enem);
  • certidão de casamento ou união estável;
  • certidão de óbito de membros da família;
  • certidão de nascimento (para pais ou mães);
  • mandados de prisão;
  • atestados médicos ou odontológicos;
  • declaração de exercício de atividade profissional;
  • documento que ateste intercâmbio acadêmico;
  • declaração de atividade curricular.

O resultado das justificativas de faltas será publicado em 9 de junho.

Data do exame

Apesar de o processo de isenção da taxa estar aberto, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ainda não divulgou as datas de aplicação do Enem.

Documentos internos obtidos pelo G1, na semana passadaindicavam que as provas estariam marcadas para 16 e 23 de janeiro de 2022. No entanto, o ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou que tais datas são "conversas de bastidores", e que "tudo indica" que os exames ocorram "lá para outubro, novembro". As declarações foram dadas em visita do titular da Pasta a Santa Catarina.

O presidente do Inep, Danilo Dupas Ribeiro, também não confirmou a realização da prova nas datas citadas pelo G1. No entanto, uma portaria, publicada na quarta-feira (12), não incluía a aplicação do Enem como meta para este ano.

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab

Assuntos Relacionados