O que levar para o Enem; provas começam neste domingo (21)

Assim como na edição anterior, a máscara de proteção continua sendo item obrigatório para acesso aos locais de prova

Enem
Legenda: Para evitar surpresas de última hora no Enem, saiba exatamente o que deve ser levado e o que é proibido
Foto: Shutterstock

O primeiro dia de aplicação das provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021 acontece já neste domingo (21). Para evitar surpresas de última hora, saiba exatamente o que deve ser levado e o que é proibido.

Continua sendo obrigatório o documento oficial de identificação com foto e a caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente. Assim como na edição anterior, a máscara de proteção também é exigida para acesso aos locais de prova, conforme determinado no edital do exame. 

A regra vale tanto para o Enem impresso quanto para o digital. Durante todo o exame, os candidatos deverão usar a máscara cobrindo o nariz e a boca. 

Documentos aceitos

Uma série de documentos de identificação aceitos no Enem, conforme o edital. Os participantes devem apresentar os documentos originais, com foto. Não são aceitos documentos digitais.

Entre as identificações aceitas estão:

  • Carteira de Identidade;
  • CNH;
  • Passaporte;
  • Carteira de Trabalho emitida após 27 de janeiro de 1997.
     

caneta esferográfica de tinta preta, fabricada em material transparente, é item obrigatório também para os candidatos do Enem digital, já que a redação será feita em papel e não no computador, como o restante da prova. 

Itens recomendados 

Embora não seja obrigatório, é recomendado que os participantes levem também pelo menos uma máscara extra para trocar durante a prova. Haverá nos locais de prova álcool em gel para que os estudantes higienizam as mãos, mas é permitido que os participantes levem seu próprio produto caso desejem. 

Por se tratar de uma prova longa, também é recomendado que levem lanche e água e/ou outras bebidas, com exceção de bebidas alcoólicas que não são permitidas e podem levar à eliminação do candidato. 

É aconselhável ainda que se leve no dia do exame o Cartão de Confirmação da Inscrição. Nele está, entre outras informações, o local de prova. Para candidatos que precisem justificar sua presença nos dias do exame, também se recomenda levar impresso a Declaração de Comparecimento

Ambos os itens podem ser acessados na Página do Participante. A declaração deve ser apresentada ao aplicador na porta da sala em cada um dos dias. Ela serve, por exemplo, para justificar a falta ao trabalho.

Itens proibidos

Antes de entrar na sala de prova, o candidato receberá um envelope porta-objetos para guardar todos os itens não permitidos. O envelope deve ser colocado abaixo da carteira, com eletrônicos desligados. 

Portanto, será eliminado o participante que portar qualquer um dos itens abaixo fora do envelope porta-objetos fornecido pelo aplicador:

  • Declaração de Comparecimento impressa.
  • Óculos escuros e artigos de chapelaria, como boné, chapéu, viseira, gorro ou similares.
  • Caneta de material não transparente, lápis, lapiseira, borrachas, réguas, corretivos.
  • Livros, manuais, impressos, anotações.
  • Protetor auricular.
  • Relógio de qualquer tipo.
  • Quaisquer dispositivos eletrônicos, como telefones celulares, smartphones, tablets, wearable tech, máquinas calculadoras, agendas eletrônicas e/ou similares, ipods®, gravadores, pen drive, mp3 e/ou similar.
  • Alarmes, chaves com alarme ou com qualquer outro componente eletrônico.
  • Fones de ouvido e/ou qualquer transmissor, gravador e/ou receptor de dados, imagens, vídeos e mensagens.
  • Quaisquer outros materiais estranhos à realização da prova.

Enem 2021

O Enem será aplicado nos dias 21 e 28 de novembro para mais de 3 milhões de estudantes em todo o País. No primeiro dia de prova, os participantes farão as provas de linguagens, ciências humanas e redação.

No segundo, matemática e ciências da natureza. Os locais de prova estão disponíveis no Cartão de Confirmação de Inscrição na Página do Participante.

O exame seleciona estudantes para vagas do ensino superior públicas, pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e serve de parâmetro para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Os resultados também podem ser usados para ingressar em instituições de ensino portuguesas que têm convênio com o Inep.

 

 

 

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab

Assuntos Relacionados