Dia do Estudante é feriado? Entenda a celebração da data

Escolas podem aderir ou não à data existente no calendário brasileiro há quase 100 anos

dia do estudante é feriado
Legenda: Redes municipal e privada têm autonomia para definir se a data é feriado
Foto: José Leomar

O Dia do Estudante é celebrado há 94 anos no dia 11 de agosto. Apesar de não estar inclusa na lista oficial de feriados nacionais, a data pode alterar o cronograma letivo, a depender do critério de cada escola. Em Fortaleza, por exemplo, há unidades de ensino particulares que aderiram à data. Já rede municipal, as aulas seguem normalmente. 

Segundo o diretor do Sindicato dos Estabelecimentos Particulares do Ensino do Ceará (Sinepe/CE), Matheus Leitão, a data pode ser considerada feriado "a depender de quando cai o dia semana". 

"A diferença é que em agosto de 2020 não estávamos autorizados a retornar as aulas presenciais, que aconteceu somente em setembro, então o feriado ficou 'virtual'", complementa o dirigente. 

Em nota, a Secretaria Municipal da Educação de Fortaleza afirmou que não aderiu à data e que o calendário letivo segue com atividades normais nesta quarta-feira (11).

Histórico

Registros apontam que o Dia do Estudante foi criado em alusão ao centenário das duas primeiras instituições de ciências jurídicas do Brasil, a Faculdade de Direito de Olinda, em Pernambuco, e a Faculdade de Direito do Largo do São Francisco, em São Paulo, que ocorreu no dia 11 de agosto de 1827 por intermédio do Imperador Dom Pedro I.

A data passou a ser oficializada em 1927 a pedido do advogado Celso Gan Ley, que sugeriu a criação do Dia do Estudante pela importância intelectual das faculdades de Direito na história da educação brasileira.

Já em 11 de agosto de 1937, foi instituída a União Nacional de Estudantes (UNE), que protege os direitos e deveres de todos os estudantes do país.

Quero receber conteúdos exclusivos do EducaLab