XII Festival da Sardinha celebra a diversidade de sabores e ofícios da população local de Cascavel

Além de fomentar o turismo na Praia da Caponga, evento movimenta a cena cultural do município ao apostar em vasta programação

img1
Grande variedade de pratos à base de sardinha pode ser encontrada no festival dedicado ao pescado Foto: Kid Júnior

Quando idealizou o Festival da Sardinha, em 2007, Mamede Rebouças recorda ser chamado de louco. Donde já se viu um evento que exalta um peixe tão desvalorizado no Ceará? “Hoje todo mundo tem certeza que eu sou louco porque já estamos com 12 anos de festival”, brinca, não sem antes sublinhar o esforço empreendido para chegar até aqui.

Dedicação justificada pelo fôlego com o qual o projeto alcança mais um ano. Sustentada pelo tripé valorização social, ambiental e econômica, a ação – realizada a partir desta quinta-feira (5) e seguindo até domingo (8) – abraça a pluralidade de potencialidades da Praia da Caponga como motor para ecoar novidades.

As diversas atividades presentes na programação acontecem na Praça do Sardinhão, localizada na via que liga as praias de Caponga e Águas Belas, sempre a partir das 18h. 

Na Arena Gastronômica, 20 estandes apresentarão ao público 32 receitas de sardinha feitas por chefs nativos. Os pratos vão de Purê de batata doce com sardinha e panqueca a Filé de sardinha à parmegiana. Tudo muito delicioso e servido de diferentes formas, entre petisco e prato principal. 

img2
Na Arena Gastronômica, 20 estandes apresentarão ao público 32 receitas de sardinha feitas por chefs nativos Foto: Kid Júnior

Por sua vez, a Arena Cascavel Empreendedor alimenta a economia criativa da região por meio do artesanato e outros saberes ancestrais da população, estreitando o contato entre produtores, consumidores e culturas.

Na seara dos shows, as atrações devem atrair diferentes tipos de público. Forró Brasileiro, Mary Bethânia, Kátia Cilene, Banda Dona Zefinha, Mara Pavanelly, Renno, Toni Garrido e Banda e Benjamim Torres são alguns dos nomes confirmados para fazer a festa dos presentes no período do evento. 

img4
Mais de 30 desenhos feitos por crianças do município de Cascavel poderão ser vistos nas velas de embarcações durante o festival Foto: Kid Júnior

Potencialidades

Há também o Palco Cultural, com apresentações locais, e a realização de concurso de desenhos. Falando neles, 32 gravuras estamparão as velas de embarcações, feitas por crianças do Ensino Fundamental I e II à luz do tema “Feira de São Bento de Cascavel”, e reproduzidas por artistas plásticos.

No último dia de festival, acontece a regata de pescadores da sardinha, momento em que barquinhos avançarão ao mar carregando o encanto dos traçados.

“Muitos pescadores, inclusive, são pais das crianças que desenharam. Ao final, há ainda premiação para os autores dos 10 melhores desenhos, que ganham computador, televisão, smartphone, bicicleta e tablet”, enumera Mamede.

Para o artista plástico José Kennedy – que, há três anos, reproduziu numa vela o desenho da própria filha – a oportunidade de colaborar nesse processo é singular e abre margem para o belo. “É sempre bom poder ver a imaginação deles. Neste ano, a ilustração que eu mais gostei foi de um cara jogando a rede. Ficou bem bonito”.

img6
Artista plástico José Kennedy é um dos que reproduzem as gravuras das crianças nas velas Foto: Kid Júnior

Serviço
12º Festival da Sardinha
A partir desta quinta-feira (5) até domingo (8), às 18h, na Praça do Sardinhão (Praia da Caponga - Cascavel (CE)). Todas as atividades são gratuitas.