Em "Serotonina", francês Michel Houellebecq conduz o leitor por um mundo vocacionado ao fim

Romance chega ao Brasil pela Alfaguara, a bordo de um narrador sem desejos e que não vê sentido na própria existência