Rede reconhece dificuldade em denúncias

A Secretaria de Proteção Social (SPS) cedeu duas assistentes sociais e uma psicóloga do Centro de Referência e Apoio às Vítimas de Violência (Cravv)