Dois presídios cearenses são proibidos de receber novos detentos 

Decisão ocorreu após a Justiça considerar que a CPPL-III e a CPPL-IV possuíam excedente de presos maior do que o dobro da sua capacidade