‘A gente não podia ficar em silêncio’, diz defensora de comitiva de atenção a vítimas de Uruburetama

Uma comitiva com representantes de entidades de defesa das mulheres foi até Uruburetama atender as vítimas de José Hilson Paiva nesta quarta