Mulher foi sequestrada para ser julgada por 'tribunal do PCC'

Uma integrante do Primeiro Comando da Capital foi acusada de matar um "irmão", teve direito a apresentar sua defesa e terminou liberada. Dez suspeitos de participar do "julgamento" viraram réus na Justiça Estadual